A correção orientada em francês como língua estrangeira

um instrumento para desenvolver a capacidade de autocorreção e a produção escrita dos alunos

  • Arthur Marra
  • Eliane Gouvêa Lousada

Resumo

Nosso objetivo é apresentar os resultados de uma pesquisa que visou analisar o desenvolvimento da capacidade de autocorreção de escrita de alunos universitários de francês por meio de diferentes tipos de correções. Para a análise dos textos, baseamo-nos no Interacionismo sociodiscursivo proposto por Bronckart (1999/2012) e Schneuwly e Dolz (2004) e, para os tipos de correção, apoiamo-nos nos estudos de teóricos que estudam os processos de correção e reescrita (LEITE; PEREIRA, 2013; SERAFINI, 1989; RUIZ, 2010). Acreditamos que as correções orientadas proporcionaram um novo momento de aprendizagem, possibilitando o desenvolvimento da capacidade de autocorreção dos alunos e de suas produções escritas.

Publicado
2019-09-13
Seção
Seção 4 – ISD e ensino: documentos norteadores, recursos e propostas didáticas