Empoderamento do agir docente

como os coletivos de trabalho podem construi-lo?

  • Elvira Lopes Nascimento
  • Maria Ilza Zirondi

Resumo

As ações colaborativas de um professor formador, articuladas a um curso de formação contínua de professores, contribuem para abrir espaços de desenvolvimento no sentido da eficiência que Clot e Faita (2000) denominam como desenvolvimento do poder de agir. Nessa perspectiva, não são os formadores externos que provocam e discutem os problemas, mas são os próprios profissionais que buscam compreender as suas ações (CLOT, 2006), de onde emerge o conflito contínuo da atividade mediada pelos instrumentos técnicos ou semióticos pelos quais se materializa. Encontramos no coletivo de trabalho indícios de que, quando os professores aceitam e buscam parceiros, podem superar os obstáculos e promover o desenvolvimento.

Publicado
2019-09-13
Seção
Seção 3 – ISD e formação docente: trabalho, concepções e representações