16) O que nos dizem os resultados experimentais sobre a perce pção da fala pelo bebê

  • Cristina Name (UFJF /CNPq )

Resumo

Inglês: We discuss children behavior in linguistic perception experiments using Head-Turn Preference and Visual Fixation procedures. Qualitative implications beyond statistical analysis are emphasized. We aim atunderstanding what leads children to prefer novel or familiar stimuli. We argue that the identification of child language properties is manifested by familiarity preferences and more complex tasks concerning abstraction and generalization of linguistic patterns promotes novelty preferences.
Key-words: novelty preference; familiarity preference; Head-Turn Preference Procedure; Visual Fixation Procedure; methodologies.


Tradução:
Discute-se o comportamento de crianças em experimentos de percepção linguística com as técnicas de Escuta Preferencial e Olhar Preferencial. São enfatizadas as implicações qualitativas que não se limitam à análise estatística. Busca-se entender o que leva a criança a preferir informação nova ou conhecida. Defende-se que o reconhecimento de propriedades da língua em aquisição se manifesta com a preferência pelos estímulos familiares, e que tarefas mais complexas de abstração e generalização de padrões linguísticos conduziriam a uma preferência pelo novo.
Palavras-chave: preferência pelo novo; preferência pelo conhecido; Escuta Preferencial; Olhar Proferencial; metodologias.
Publicado
2016-06-29
Seção
Artigos