7) Revisitando a vantagem bilíngue nas redes de atenção em dois grupos etários

  • Lisandra Rutkoski Rodrigues (UCPel)
  • Leandra Fagundes da Silva (UCPel)
  • Márcia Cristina Zimmer (UNIRITTER)

Resumo

Inglês: Revisiting the bilingual advantage in the attentional networks in two age groups
The constant code-switching featured by bilingualism demands a greater executive and attentional control, spreading to other nonlinguistic cognitive domains and thus generating what literature calls the bilingual advantage. The existence of such an advantage has been controversial in several psycholinguistic studies, being either verified or refuted in different age groups and types of bilinguals. This paper presents two studies with monolinguals and bilinguals in different age groups (59 children and 40 middle-aged adults) in order to search for a bilingual advantage in attentional network tasks-ANT. The results corroborate previous studies in which the bilingual advantage was not found, and are discussed in terms of Dynamic Systems Theory.
Keywords:
cognition; bilingualism; executive functions; attentional networks.


Tradução:
A constante troca de código característica do bilinguismo exige um maior controle atencional e inibitório, espalhando-se para outros domínios cognitivos e gerando o que a literatura chama de vantagem bilíngue. A existência dessa vantagem tem sido fruto de polêmica em vários estudos psicolinguísticos, sendo verifica da ou refutada em diferentes grupos etários e tipos de bilíngues. Este artigo apresenta dois estudos com mono e bilíngues de faixas etárias distintas (59 crianças e 40 adultos de meia-idade) que têm por objetivo encontrar a vantagem bilíngue em tarefas envolvendo redes atenção– ANT. Os resultados corroboram estudos anteriores em que não houve vantagem bilíngue,acirrando ainda mais o debate sobre a sua existência.
Palavras-chave:
cognição; bilinguismo; funções executivas; redes de atenção.
Publicado
2016-06-08
Edição
Seção
Artigos