Práticas sexuais de homens que fazem sexo com homens: adaptação de questionário

  • Raquel de Andrade Souza Ew Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • José Manuel Martinez Universidad Autónoma de Madrid
  • Fernanda Torres de Carvalho Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul
  • Kátia Bones Rocha Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Resumo

Este artigo trata da adaptação transcultural para o português do Cuestionario de Investigación sobre Prácticas Sexuales – CIPRASEX - de Hombres que Practican Sexo con Hombres (HSH). O instrumento parte da Teoria do Comportamento Planejado, apresentando como dimensões: fator atitudinal, norma subjetiva e controle condutual, associados ao não uso de preservativos de HSH. A adaptação envolveu quatro fases: tradução e tradução reversa do questionário; avaliação por experts e público-alvo; estudo piloto com 20 participantes; elaboração da versão brasileira. Constatou-se boa equivalência conceitual e semântica entre a versão final em português e o original, bem como caráter inovador do instrumento no contexto brasileiro. O CIPRASEX poderá auxiliar no desenvolvimento de  intervenções específicas no âmbito da saúde e prevenção do HIV.

Biografia do Autor

Raquel de Andrade Souza Ew, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
José Manuel Martinez, Universidad Autónoma de Madrid
Docente no Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidad Autónoma de Madrid
Fernanda Torres de Carvalho, Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul
Psicóloga na Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul
Kátia Bones Rocha, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Docente no Programa de Pós-graduação em Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Publicado
2019-05-28