Teste de Nomeação de Figuras: evidências de precisão e validade em crianças pré- escolares

  • Alessandra Gotuzo Seabra Capovilla
  • Fernanda Ferracini
  • Natália Martins Dias
  • Bruna Tonietti Trevisan
  • José M. Montiel
Palavras-chave: avaliação psicológica, linguagem oral, nomeação, pré-escolares.

Resumo

A habilidade de nomeação tem sido relatada como fundamental para o desenvolvimento da linguagem oral e relacionada à aquisição da linguagem escrita. Também tem sido apontada como um aspecto importante a ser considerado na avaliação de linguagem em pré-escolares. Este estudo teve como objetivo verificar as características psicométricas de precisão e validade de um teste de nomeação de figuras. Participaram 122 crianças, de 3 a 5 anos de idade, avaliadas com o Teste de Nomeação de Figuras (TNF) e Escala de Maturidade Mental Colúmbia, individualmente, em duas sessões. Resultados evidenciaram boa precisão do TNF, com coeficiente alfa de 0,96 e Spearman-Brown de 0,76. Ancova do efeito de idade, controlando inteligência não-verbal, revelou que o escore no TNF aumentou com a progressão da idade. Desta forma, o estudo proveu evidências de precisão e validade do TNF e contribuiu para a futura disponibilização de testes para avaliação da habilidade de nomeação em pré-escolares.
Publicado
2018-02-28
Seção
Artigos