Estudo Psicométrico de Escalas de Depressão (EDEP e BDI) e o Inventário de Percepção de Suporte Familiar –IPSF

  • Makilim Nunes Baptista
  • Adriana Munhoz Carneiro
  • Fermino Fernandes Sisto
Palavras-chave: Validade, depressão, testes psicológicos, família

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo encontrar evidências de validade para o conjunto de descritores intitulado inicialmente de
Escala de Depressão –EDEP em relação a outras variáveis, que foram o Inventário de Depressão de Beck (BDI) e o Inventário
de Percepção do Suporte Familiar (IPSF) e evidenciar o quanto as variáveis sexo, estado civil, idade e escolaridade do chefe da
família contribuem para essas relações. A coleta de dados resultou em um total de 165 estudantes universitários dos cursos de
Direito e Enfermagem do interior do Estado de São Paulo, com idades entre 18 e 52 anos (M= 24,6; DP= 6,74). As análises
foram realizadas pela a estatística paramétrica, a qual denotou correlações boas e positivas entre a EDEP e o BDI, assim como
correlações fracas e negativas entre a EDEP e IPSF. Isso permitiu concluir que a EDEP mostra-se como um instrumento pro-
missor no cenário da testagem psicológica. Por ser este um estudo que visa apenas um tipo de evidencia de validade, sugere-se
que outras pesquisas sejam realizadas com a EDEP, a fim de se avaliar outras evidências de validade.

Publicado
2017-10-22
Seção
Artigos