Mecanismos de Defesa em Pacientes Oncológicos Recidivados: Um Estudo Clínico-Qualitativo

  • Rodrigo Sanches Peres
  • Gizelle Mendes Borges
Palavras-chave: Psico-Oncologia, psicologia clínica da saúde, mecanismos de defesa

Resumo

O presente estudo objetivou investigar os mecanismos de defesa empregados por pacientes oncológicos adultos recidivados. Trata-se de um estudo
clínico-qualitativo, do qual participaram oito pacientes avaliados a partir do emprego de uma entrevista. A definição do número de participantes
envolveu o critério de saturação. As entrevistas foram gravadas em áudio, transcritas na íntegra e analisadas de maneira independente. A racionalização,
a regressão, a projeção e a denegação foram os mecanismos de defesa identificados com maior frequência, possivelmente em função da vivência da
recidiva e do elevado poder disruptivo que a caracteriza. Conclui-se que a compreensão do funcionamento defensivo daqueles que se deparam com
esse acontecimento pode auxiliar no aprimoramento da assistência multidisciplinar oferecida aos mesmos.
Publicado
2017-09-27
Seção
Artigos