Comparação Entre Maus Compreendedores e Bons Leitores em Tarefas Neuropsicológicas

  • Helena Vellinho Corso
  • Tania Mara Sperb
  • Jerusa Fumagalli Salles
Palavras-chave: Leitura, compreensão, transtornos de aprendizagem, memória de trabalho, função executiva

Resumo

Visando delimitar as funções neuropsicológicas comprometidas nos quadros de dificuldade específica em compreensão leitora, o desempenho de
maus compreendedores (leitura de palavra preservada e compreensão leitora deficitária; n=19) e bons leitores (leitura de palavras e compreensão
leitora adequadas; n=58) foi comparado em uma bateria de avaliação neuropsicolinguística, objetivando verificar as funções neuropsicológicas
relacionadas com o desempenho em compreensão. Os valores foram ajustados para série e tipo de escola (a amostra de alunos de escolas públicas e
privadas se distribuía entre a quarta e a sexta série). A variável grupo — que expressa a diferença entre maus compreendedores e bons leitores — foi
capaz de explicar significativamente a variabilidade no desempenho de quatro tarefas: memória de trabalho visuoespacial, fluência verbal ortográfica
e semântica, e escrita de palavras e pseudopalavras. Memória de trabalho e funções executivas devem integrar avaliação e intervenção nas dificuldades
específicas em compreensão leitora.
Publicado
2017-09-26
Seção
Artigos