O Trabalho Antropológico de Max Wertheimer e a Psicologia da Gestalt

  • Flávio Vieira Curvello
  • Arthur Arruda Leal Ferreira
Palavras-chave: Psicologia da Gestalt, antropologia, Psicologia experimental, história da Psicologia, matemática

Resumo

Este artigo pretende considerar a maneira como é habitualmente apresentada a ruptura do gestaltismo com a Psicologia que o precede e encontrar
no trabalho antropológico de Max Wertheimer, especificamente no texto Über das Denken der Naturvölker, elementos que possam enriquecer esta
narrativa e nos permitam olhá-la de maneira um pouco diferente. Para tanto, consideraremos como Wertheimer descreve as maneiras ditas primitivas
de compreensão da quantidade e como ele encontra nelas propriedades específicas de todo. Essas propriedades de todo mostram claramente que ele
já estava preocupado com problemas que seriam mais explicitamente apresentados depois, nos bem conhecidos trabalhos da Escola de Berlim em
Psicologia da percepção.

Publicado
2017-09-26
Seção
Artigos