A família e sua relação com o idoso: Um estudo de representações sociais

  • Ludgleydson Fernandes de Araújo Psicólogo, Doutor em Psicologia pela Universidad de Granada (Espanha) com período sanduíche na Università di Bologna (Itália), Mestre em Psicologia e Saúde pela Universidade de Granada (Espanha), Mestre em Psicologia Social e Especialista em Gerontologia pela UFPB. Professor do Programa de Pós-Graduação (Stricto Sensu) em Psicologia e Sociologia e do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Participa do GT da ANPEPP "Relações Intergrupais: Preconceito e Exclusão Social".
  • Jefferson Luiz de Cerqueira Castro
  • José Victor de Oliveira Santos

Resumo

A presente pesquisa buscou apreender as representações sociais da família e de como a pessoa idosa acredita que a família o vê como idoso, para
identificar como estabelecem as relações familiares e de como este fator influencia no desenvolvimento humano. A amostra foi composta por 60 idosos
com idade média de 73,15 anos (DP = 6,84). Utilizou-se o Teste de Associação Livre de Palavras e uma entrevista semiestruturada, que respectivamente
foram analisados pela técnica de redes semânticas e pelo Software IraMuTeQ. Encontrou-se que o cuidado e a união são objeto das representações
sociais dos idosos, e que a família influencia na dependência ou não do geronte. Espera-se que estes dados subsidiem intervenções e estudos acerca
das relações entre família e idoso.

Biografia do Autor

Ludgleydson Fernandes de Araújo, Psicólogo, Doutor em Psicologia pela Universidad de Granada (Espanha) com período sanduíche na Università di Bologna (Itália), Mestre em Psicologia e Saúde pela Universidade de Granada (Espanha), Mestre em Psicologia Social e Especialista em Gerontologia pela UFPB. Professor do Programa de Pós-Graduação (Stricto Sensu) em Psicologia e Sociologia e do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Participa do GT da ANPEPP "Relações Intergrupais: Preconceito e Exclusão Social".
Psicólogo, Doutor em Psicologia pela Universidad de Granada (Espanha) com período sanduíche na Università di Bologna (Itália), Mestre em Psicologia e Saúde pela Universidade de Granada (Espanha), Mestre em Psicologia Social e Especialista em Gerontologia pela UFPB. Professor do Programa de Pós-Graduação (Stricto Sensu) em Psicologia e Sociologia e do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Participa do GT da ANPEPP "Relações Intergrupais: Preconceito e Exclusão Social".
Publicado
2018-08-20
Seção
Artigos