Habilidades sociais e autoestima em idosos participantes de grupos de convivência

  • Geisa Locatelli Ongaratto Psicóloga da empresa CIAPRO. Especialista em Psicologia da Saúde pela Universidade de Passo Fundo-RS
  • Jucelaine Bier Di Domenico Grazziotin Psicóloga. Mestre em Envelhecimento Humano na Universidade de Passo Fundo-RS. Especialista em Gestão Empresarial e em Avaliação Psicológica pela mesma instituição
  • Silvana Alba Scortegagna Psicóloga. Doutora em Psicologia pela Universidade São Francisco-SP. Mestra em Educação pela Universidade de Passo Fundo-RS. Professora do Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano da Universidade de Passo Fundo-RS

Resumo

Este estudo objetivou investigar as habilidades sociais e a autoestima em idosos participantes de grupos de convivência e verificar a correlação entre as variáveis dos instrumentos. Participaram 104 indivíduos entre 45 e 85 anos (M=66,9; DP=8,4) distribuídos em dois grupos: 52 participantes de grupos de convivência e 52 não participantes de grupos de convivência. Foram utilizados um questionário sociodemográfico e de caracterização de saúde, o inventário de Habilidades Sociais-Del Prette (IHS-Del Prette) e a Escala de Autoestima de Rosenberg (EAR). Os idosos participantes de grupos de convivência apresentaram habilidades sociais (F2 afeto, F3 comunicação, F4 situações novas e F5 agressividade) e autoestima mais elevadas, e houve correlação significativa entre o escore geral (r=0,46), F2 (r=0,53), F3 (r= 0,36) e F5 (r=0,39) das habilidades sociais com a autoestima.

Referências

Antunes, G., Mazo, G. Z., & Balbé, G. P. (2011). Relação
da autoestima entre a percepção de saúde e aspectos
sociodemográficos de idosos praticantes de exercício
físico. Revista da Educação Física/UEM, 22(4), 569-
581. doi: 10.4025/reveducfis.v22i4.10825

Bastos–Formighieri, M. de S., & Pasian, S. R. (2012).
O Teste de Pfister em idosos. Avaliação Psicológica,
11(3), 435-448.

Borges, P. L. De C., Bretas, R. P., Azevedo, S. F. de,
& Barbosa, J. M. M. (2008). Perfil dos idosos
frequentadores de grupos de convivência em Belo
Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Cadernos de Saúde
Pública, 24(12), 2798-2808. doi: 10.1590/S0102-
311X20 08001200008

Braz, A. C., Del Prette, Z. A. P., & Del Prette, A.
(2011). Assertive social skills training for the elderly.
Behavioral Psychology/Psicología Conductual, 19(2),
373-387.

Caballo, V. E. (2003). Manual de avaliação e treinamento
das habilidades sociais. São Paulo: Santos.

Caballo, V. E. (2008). Conceitos atuais sobre os
transtornos da personalidade. Em V. E. Caballo
(Org.). Manual de transtornos de personalidade:
descrição, avaliação e tratamento. (pp. 137-160). São
Paulo: Santos.

Carneiro, R. S. (2006). A relação entre habilidades
sociais e qualidade de vida na terceira idade. Revista
Brasileira de Terapias Cognitivas, 2(1), 45-54.

Carneiro, R. S., Falcone, E. M., Clark, C., Del Prette,
Z., & Del Prette, A. (2007). Qualidade de vida, apoio
social e depressão em idosos: relação com habilidades
sociais. Psicologia: Reflexão e Crítica, 20(2), 229-223.
doi: 10.1590/S0102-79722007000200 008

Costa, E. C. S., Andrade, G. M. M., Jinkings, Y. F.,
Corrêa, R. G. C. F., & Aquino, D. M. C. (2011).
Avaliação da auto-estima em idosos de um Centro
Integral à Saúde do Idoso – São Luís-MA. Revista
de Pesquisa em Saúde, 12(1), 9-13.

Del Prette, Z. A. P., & Del Prette, A. (2005). Inventário
de habilidades sociais (IHS Del Prette): Manual
de aplicação, apuração e interpretação (3a ed.). São
Paulo: Casa do Psicólogo.

Del Prette, Z. A. P., & Del Prette, A. (2011). Psicologia
das habilidades sociais: terapia, educação e trabalho (8a
ed.). Petrópolis, RJ: Vozes.

Del Prette, Z. A. P., & Del Prette, A. (2013). Social
Skills Inventory (SSI-Del-Prette): Characteristcs
and studies in Brazil. Em F. Osório. Social Anxiety
Disorder. [s.l.]: Nova Science Publishers. Retirado
de http://www.rihs.ufscar.br/armazenagem/pdf/
capitulos-de-livro/social

Del Prette, Z. A. P., Falcone, E. M. O., & Murta, S.
G. (2013). Contribuições do campo das habilidades
sociais para compreensão, prevenção e tratamento
dos transtornos da personalidade. Em L. F. Carvalho
& R. Primi (Orgs.), Perspectivas em psicologia
dos transtornos da personalidade: implicações
teóricas e práticas. (pp. 326-358). São Paulo: Casa
do Psicólogo.

Di Domenico-Grazziotin, J. B., & Scortegagna, S.
A. (2012). Zulliger Habilidade Social: Evidências
de validade no contexto empresarial. Psicologia:
Reflexão e Crítica, 25(1), 69-78. doi: 10.1590/
S0102-79722012000100009

Di Domenico- Grazziotin, J. B., & Scortegagna,
S. A. (2013). Relacionamento interpessoal,
produtividade e habilidades sociais: um estudo
correlacional. Psico-USF, 18(3), 491- 500.
doi:10.1590/S1413-82712013000300015

Guedea, M. T. D., Albuquerque, F. J. B. de, Tróccoli,
B. T., Noriega, J. A. V., Seabra, M. A. B., & Guedea,
R. L. D. (2006). Relação do bem-estar subjetivo,
estratégias de enfrentamento e apoio social em
idosos. Psicologia: Reflexão e Crítica, 19(2), 301- 308.

Hutz, C. S., & Zanon, C. (2011). Revisão da adaptação,
validação e normatização da escala de autoestima
de Rosenberg. Avaliação Psicológica, 10(1), 41-49.

Mazo, G. Z., Krug, R. de R., Virtuoso, J. F., Streit, I.
A., & Benetti, M. Z. (2012). Autoestima e depressão
em idosos praticantes de exercícios físicos. Revista
Kinesis, 30(1),188-199.

Meurer, S. T., Benedetti, T. R. B., & Mazo, G. Z.
(2009). Aspectos da autoimagem e autoestima de
idosos ativos. Motriz, 15(4), 788-796.

Rizzolli, D., & Surdi, A. C. (2010). Percepção dos idosos
sobre grupos de terceira idade. Revista Brasileira de
Geriatria e Gerontologia, 13(2), 225-233.

Rosenberg, M. (1965). Society and the adolescent selfimage.
Princeton: Princeton University Press.

Seidman, I. (1998). Interviewing as qualitative research:
A guide for researchers in education and the social
sciences. New York: Teachers College Press.

Silva, M. I., & Kinoshita, F. (2009). A participação
dos idosos nos grupos de convivência como uma
possibilidade de um envelhecimento saudável.
Revista Eletrônica de Extensão, 6(7),133-149.

Turato, E. R. (2003). Tratado da metodologia da pesquisa
clínico-qualitativa. Petrópolis, Rio de Janeiro:
Vozes, 2003.

Von Hohendorff, J., Couto, M. C. P. P., & Prati, L.
E. (2013). Habilidades sociais na adolescência:
Psicopatologia e variáveis biossociodemográficas.
Estudos de Psicologia (Campinas),30(2),151-160.doi.
org/10.1590/S0103-166X2013000200001
Publicado
2016-12-21
Seção
Artigos