Olga Preobrajenskaya, entre o sucesso e a censura: ensaio de uma biografia justa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/1981-4070.2023.v17.39275

Palavras-chave:

Olga Preobrajenskaya, Cinema Russo-Soviético, Autoria Feminina, As mulheres de Ryazan, História e Cinema na URSS

Resumo

Embora tenha realizado As mulheres de Ryazan, em 1927, filme de sucesso em seu país e conhecido inclusive no Brasil, a cineasta russo-soviética Olga Preobrajenskaya (1881–1971), que atuou como diretora de filmes entre os anos 1916 e 1941 é praticamente ausente das historiografias do seu país e do cinema mundial. Esse artigo busca esquadrinhar quem foi essa diretora, os trabalhos que realizou, evidenciando suas obras até 1927, quando lança As mulheres de Ryazan e a partir desse ponto, indicar os apagamentos da bibliografia que se relacionam às questões de gênero e políticas. Por meio da observação de sua trajetória profissional como diretora, cuja direção dos filmes dividiu, em maioria, com seus companheiros, é possível acompanhar não só a construção de uma obra, mas também as mudanças e oscilações políticas e ideológicas da Rússia pré-revolucionária e Soviética, que impactaram seus trabalhos e sua vida pessoal e culminaram no fim de sua carreira. Preobrajenskaya, que entre 1916 e 1927, lançou cinco filmes para o público infantil, é convidada pela Sovkino em 1927 para dirigir um dos seis filmes encomendados para a comemoração dos 10 anos de Revolução e, no entanto, foi censurada. Na atualidade, quando se busca pelo trabalho das mulheres no cinema, novos impedimentos surgem para o reconhecimento de Preobrajenskaya.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Cattai, Universidade Anhembi Morumbi

Mestre pela Universidade Anhembi Morumbi, cineasta, professora de cinema da Academia Internacional de Cinema e da Faculdade das Américas.

Sheila Schvarzaman, Universidade Anhembi Morumbi

Pós Doutora em Multimeios, Doutora em História Social-UNICAMP. Professora do Programa de Pós Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi.

Referências

BAGROV, P. Il Catalogo della XXVII Cinema Ritrovato edizione. Bologna: Cineteca Bologna, 2013.

ELLERMAN, A. W. (Bryher). Film Problems of Soviet Russia. Switzerland: Riant Chateau, 1929.

FERRO, M. Cinema e História. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FONTAINE, A. Le Temps de la guerre froide. Paris, Seuil, 1994.

FORD, C. Femmes cinéastes. Paris: Ed. Denoël-Gonthier, 1972.

GOLDMAN, W. Mulher, Estado e Revolução: política familiar e vida social soviéticas. São Paulo: Boitempo, 2014.

GUIMARÃES, C. Os fios cortados da memória: invisibilização e aparição dos povos negros. In: BRASIL, A.; PARENTE, A.; FURTADO, B. (Orgs.). Imagem e exercício da liberdade: cinema, fotografia e artes. Revista Imprensa Universitária, UFC, 2020, p. 134-157. Disponível em: <https://bit.ly/3YjGuRU>. Acesso em: 1 ago. 2023.

HIRATA, H. et al. (Orgs.). Dicionário crítico do feminismo. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

LEYDA, J. Kino: A history of the Russian and Soviet film. Nova Jersey: Princeton University Press, 1983.

LOBANOVA, O. B. et al. The role of children´s cinema in supporting educational and cultural ideologies in the 1920s and 1930s in Russia. Siberian: Siberian Federal University, 2018.

MUSEE DU CINEMA; CINEMATHÈQUE NATIONALE DE L’URSS (Gosfilmofond; Cinémathèque royale de Belgique). Bruxelles: Cinémathèque royale de Belgique, 1965.

NUSINOVA, N. Il Catalogo della XXVII Cinema Ritrovato edizione. Bologna: Cineteca Bologna, 2013.

Преображенская Ольга Ивановна // Большая советская энциклопедия: [в 30 т.] / гл. ред. А. М. Прохоров. — 3-е изд. — М.: Советская энциклопедия, 1969—1978. (tradução: PROHOROV, A. M. Olga Ivanovna Preobrajenskaya / Grande Enciclopédia Soviética, 1978).

PROKXOROV, A. M. Grande Enciclopédia Soviética. Moscou: Editora Enciclopédia Soviética, 1970-1981.

SADOUL, G. Dictionnaire des cinéastes. Paris: Seuil, 1965a.

SADOUL, G. Dictionnaire des filmes. Paris: Seuil, 1965b.

SADOUL, G. História do cinema mundial. São Paulo: Martins Ed., 1963.

SCHNEIDER, G. (Org.). A revolução das mulheres: emancipação feminina na Rússia soviética. São Paulo: Boitempo, 2017.

TAYLOR, R. The politics of the soviet cinema: 1917-1929. Cambridge: Cambridge University Press, 1979.

TAYLOR, R.; CHRISTIE, I. (Orgs). Inside the film factory: New approaches to Russian and Soviet cinema. Nova York: Routledge, 1991.

UNTERBURGER, A. L. (Org.). The St. James Women Filmmakers Encyclopedia: Women on the other side of the camera. San Francisco: Visible Ink Press, 1999.

JONALD. ALDEIA do pecado. A noite, Rio de Janeiro, em 22 de outubro de 1946, crítica por Jonald. Disponível em Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional. Acesso em: 4 ago. 2020.

ALDEIA do pecado. O Dia, Paraná, em 24 de março de 1931, edição 02210. Disponível em Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional. Acesso em: 5 set. 2020.

Бабы Рязанские (As mulheres de Ryazan), Olga Preobrajenskaya. URSS: Sovkino, 1927.

Каштанка (Kashtanka), Olga Preobrajenskaya. URSS: Sovkino, 1926.

Downloads

Publicado

2023-08-30

Como Citar

CATTAI, C.; SCHVARZAMAN, S. Olga Preobrajenskaya, entre o sucesso e a censura: ensaio de uma biografia justa. Lumina, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 190–205, 2023. DOI: 10.34019/1981-4070.2023.v17.39275. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lumina/article/view/39275. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos