Notas Adornianas Sobre Música: Uma análise teórica sobre a atualidade deste autor para os estudos em Comunicação e Música

  • Pablo Laignier IBMEC e UNESA.
Palavras-chave: Comunicação. Música. Teoria da Comunicação. Theodor W. Adorno. Indústria Cultural.

Resumo

Componente de um projeto de pesquisa mais amplo, que busca identificar e analisar os escritos sobre música contidos na obra de autores considerados clássicos no campo da comunicação social, o objetivo deste trabalho é operar uma síntese dos principais escritos sobre música na obra de Theodor W. Adorno.Através de uma análise teórica da obra deste expoente da Escola de Frankfurt, este artigo procura apontar em que medida este autor pode ser utilizado como ferramenta teórica na análise dos processos musicais contemporâneos. O artigo é composto por uma seção que contextualiza historicamente o pensamento adorniano; a segunda seção aborda os principais textos do autor sobre música, com ênfase em Sobre Música popular; a terceira seção aborda a atualidade do pensamento adorniano.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pablo Laignier, IBMEC e UNESA.
Doutor em Comunicação e Cultura pela ECO/UFRJ, Professor Adjunto do IBMEC e da UNESA, organizador e autor de dois capítulos do livro Introdução à História da Comunicação (E-PAPERS, 2009), além de autor de capítulos de livros e artigos publicados em periódicos da área das Ciências Sociais Aplicadas.

Referências

ADORNO, Theodor W. O fetichismo na música e a regressão da audição. In BENJAMIN, Walter et al. Textos escolhidos, 2. ed. São Paulo: Ed. Abril Cultural, 1983 (Coleção Os Pensadores).

______. Sobre música popular. In COHN, Gabriel (Org.). Sociologia. São Paulo: Ed. Ática, 1997, p. 115-146 (Coleção Grandes Cientistas Sociais).

______. Indústria cultural e sociedade. São Paulo: Ed. Paz e Terra, 2002.

______. Filosofia da nova música. São Paulo: Ed. Perspectiva, 2009 (Coleção Estudos; 26).

______. Introdução à Sociologia da Música: doze preleções teóricas. São Paulo:
Ed. UNESP, 2011.

ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1985.
DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo/Comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Ed. Contraponto, 1997.

JAY, Martin. A imaginação dialética: história da Escola de Frankfurt e do Instituto de Pesquisas Sociais, 1923-1950. Rio de Janeiro: Ed. Contraponto, 2008.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia – estudos culturais: identidade e política entre o moderno e o pós-moderno. Bauru, SP: EDUSC, 2001.

MATTELART, Armand; MATTELART, Michèle. História das teorias da comunicação, 4 Ed. São Paulo: Ed. Loyola, 2001.

NEGUS, Keith. Music genres and corporate cultures. New York, US: Routledge, 2005.

POLISTCHUK, Ilana; TRINTA, Aluizio Ramos. Paradigma Conceitual ou crítico radical In Teorias da Comunicação: o pensamento e a prática da Comunicação Social. Rio de Janeiro: Ed. Elsevier, 2003, p. 109-118.

RÜDIGER, Francisco. A Escola de Frankfurt. In HOHLFELDT, Antonio; MARTINO, Luiz C.; FRANÇA, Vera Veiga (Org.). Teorias da Comunicação: conceitos, escolas e tendências. Petrópolis, RJ: Ed Vozes, 2001, p. 131-150.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. A atualidade de Walter Benjamin e Theodor W. Adorno. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 2010.

SODRÉ, Muniz. Antropológica do Espelho: uma teoria da comunicação linear e em rede. Petrópolis, RJ: Ed. Vozes, 2002.

WOLF, Mauro. A Teoria Crítica. In Teorias das comunicações de massa, 2. Ed, São Paulo: Ed. Martins Fontes, 2005, p. 72-93.
Publicado
2017-12-30
Como Citar
LAIGNIER, P. Notas Adornianas Sobre Música: Uma análise teórica sobre a atualidade deste autor para os estudos em Comunicação e Música. Lumina, v. 11, n. 3, p. 134-151, 30 dez. 2017.
Seção
Artigos