O que comunica a publicidade? elementos hermenêuticos para uma estética da publicidade

Autores

  • Walter Romero Menon Jr

DOI:

https://doi.org/10.34019/1981-4070.2010.v4.20925

Palavras-chave:

publicidade, estética, comunicação

Resumo

Entender a publicidade simultaneamente como causa e produto de uma experiência estética próxima daquela engendrada pela obra de arte. O papel da publicidade no espaço público teria suas fronteiras definidas em função desta proximidade com as artes: tanto uma quanto a outra pode ser entendida a partir de um fundamento comum, o de seus recursos formais. Se, por um lado, o campo do discurso publicitário parece estar condicionado por sua força retórica, por estratégias de convencimento, por outro, é esta capacidade retórica que se procurará entender sob o prisma da articulação formal, tal qual acontece na arte. Partindo da idéia de que o discurso ordinário – o “Gerede”, nos termos de Heidegger – é o que define o espaço público, abre-se a possibilidade para a publicidade instaurar, na ordem do discurso ordinário, um processo de experimentação de linguagem, que transformaria este mesmo espaço em lugar de invenção. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-06

Como Citar

MENON JR, W. R. O que comunica a publicidade? elementos hermenêuticos para uma estética da publicidade. Lumina, [S. l.], v. 4, n. 2, 2010. DOI: 10.34019/1981-4070.2010.v4.20925. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lumina/article/view/20925. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos