Frágeis poderes: a dinâmica política da monarquia transatlântica portuguesa – governadores, ouvidores e a nobreza da terra em Goiás (1778-1801)

  • Fernando Lobo Lemes Universidade Federal de Juiz de Fora
  • José Roberto Bonome

Resumo

A partir das especificidades de Goiás no século XVIII, marcadas por grandes distâncias geográficas e um ritmo peculiar dos acontecimentos, acompanhamos alguns embates entre oficiais régios e membros do senado da câmara de Vila Boa. Em Goiás, conectado ao mundo atlântico português, o monarca (cabeça da monarquia) representa a figura de um juiz distante. Suas decisões impõem limites às ações dos contendores. Neste cenário, ao denunciar a força e as fragilidades dos protagonistas, a dinâmica desses conflitos desvela a natureza das relações de poder nos sertões de Goiás.

Publicado
2018-08-13