Hemorragia Intracraniana no recém-nascido pré-termo.

Autores

  • Luiz Antônio Tavares Neves Universidade Federal de Juiz de Fora
  • José Antônio Chehuen Neto Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Dayana Kneipp Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Lourenza Giovani Fonseca Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Marcela Paes Rosado Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Mayra Rosana Palmeira Barreto Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Hemorragias intracranianas, Recém-nascido, Neonatologia,

Resumo

Lactentes prematuros são de alto risco para o desenvolvimento de agressão cerebral isquêmica ou hemorrágica, o que contribui significativamente para mortalidade neonatal bem como para déficit no desenvolvimento neuropsicomotor. A hemorragia peri e intraventricular é a lesão mais comum, na sua forma mais branda, sendo confinada à matriz germinativa; em casos mais severos, é complicada pelo sangramento para dentro da substância branca adjacente. Por meio de um estudo descritivo, uma investigação foi efetuada para conhecer a incidência de hemorragia peri e intraventricular na Unidade de cuidados intensivos neonatais do Hospital Albert Sabin, na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, de fevereiro de 1993 a setembro de 2003. Dados de 331 prontuários de recém nascidos com peso < 2.500g foram descritos em relação a: idade gestacional, intubação, síndrome do estresse respiratório (doença de membrana hialina), sepsis neonatal, ductus arteriosus patentis, transfusões sangüíneas e ventilação mecânica. Foram encontrados 25 casos de hemorragias intracranianas, o que corresponde a 7,51% dos RN considerados de baixo peso (<2500g) e a 2,77% de todas as internações da UTI no período estudado. Todos os casos de hemorragia peri e intraventricular foram diagnosticados por ultra-sonografia transfontanela e estavam relacionados a procedimentos que alteram a pressão venosa e arterial no leito vascular cerebral. Os principais parâmetros descritos associados à hemorragia peri e intraventricular nesta casuística foram: peso ao nascer, idade gestacional, intubação traqueal, ventilação mecânica, síndrome do estresse respiratório e sepsis, condizentes com a literatura. Palavras-chave: Hemorragias intracranianas. Recém-nascido. Neonatologia.

Downloads

Publicado

2008-02-01

Como Citar

1.
Neves LAT, Neto JAC, Kneipp D, Fonseca LG, Rosado MP, Barreto MRP. Hemorragia Intracraniana no recém-nascido pré-termo. hu rev [Internet]. 1º de fevereiro de 2008 [citado 28º de setembro de 2021];33(2):47-52. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/57

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.