Análise do conhecimento sobre a regulamentação e a utilização das terapias complementares na fisioterapia

Autores

  • Thiago Brasileiro de Vasconcelos Graduado pela Faculdade Estácio do Ceará
  • Marília Olivindo Lima Graduada pela Faculdade Estácio do Ceará
  • Ana Cristhina de Oliveira Brasil Docente da Faculdade Estácio do Ceará e Unifor
  • Teresa Maria da Silva Câmara Docente da Faculdade Estácio do Ceará
  • Giselle Notini Arcanjo Docente da Faculdade Estácio do Ceará
  • Cristiano Teles de Sousa Docente da Faculdade Estácio do Ceará

Palavras-chave:

Modalidades de Fisioterapia, Regulamentos, Terapias Complementares, Fisioterapia.

Resumo

Este trabalho objetivou avaliar o conhecimento sobre a regulamentação e a utilização das terapias complementares pelos fisioterapeutas. Foram entrevistados 30 fisioterapeutas, que estavam em plena atividade e que trabalhavam em clínicas, hospitais, faculdades, no período de agosto a novembro de 2007, na Faculdade Estácio do Ceará. Aplicou-se um questionário a respeito da utilização, conhecimento, interesse e importância dessas terapias complementares pelo profissional de Fisioterapia e se o mesmo tinha conhecimento sobre as respectivas regulamentações. Evidenciamos que os fisioterapeutas consideram importante em seu plano de tratamento a utilização das terapias complementares (87%), porém ainda são poucos os que utilizam essas terapias em suas condutas (43%), e os que utilizam, não conhecem a regulamentação das terapias complementares (67%). Em relação ao conhecimento específico de cada resolução e portaria dos 18 fisioterapeutas que relataram ter conhecimento sobre alguma regulamentação, 94,44% conheciam a resolução da Acupuntura. Constatou-se a importância que as terapias complementares vêm conquistando na área da Fisioterapia, porém se faz necessário maior utilização das mesmas pelos profissionais e ampliação do conhecimento dos mesmos sobre as regulamentações que regem as terapias, para que tenham maior abrangência e aceitação no mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Brasileiro de Vasconcelos, Graduado pela Faculdade Estácio do Ceará

Fisioterapeuta. Mestrando em Farmacologia pela Universidade Federal do Ceará.

Marília Olivindo Lima, Graduada pela Faculdade Estácio do Ceará

Especialização em Osteopatia Clinica pela Universidade Camilo Castelo Branco.

Ana Cristhina de Oliveira Brasil, Docente da Faculdade Estácio do Ceará e Unifor

Fisioterapeuta. Mestrado em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará.

Teresa Maria da Silva Câmara, Docente da Faculdade Estácio do Ceará

Fisioterapeuta. Especialização em Fisioterapia Cárdio-Respiratória pela Universidade de Fortaleza.

Giselle Notini Arcanjo, Docente da Faculdade Estácio do Ceará

Fisioterapeuta. Mestrado em Educação em Saúde pela Universidade de Fortaleza.

Cristiano Teles de Sousa, Docente da Faculdade Estácio do Ceará

Fisioterapeuta. Mestrado em Farmacologia pela Universidade Federal do Ceará.

Downloads

Publicado

2012-05-10

Como Citar

1.
de Vasconcelos TB, Lima MO, Brasil AC de O, Câmara TM da S, Arcanjo GN, de Sousa CT. Análise do conhecimento sobre a regulamentação e a utilização das terapias complementares na fisioterapia. hu rev [Internet]. 10º de maio de 2012 [citado 9º de fevereiro de 2023];37(3). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1646

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)