A propaganda de alimentos e a proteção da saúde dos portadores de doença celíaca

Autores

  • Paulo César Stringheta
  • Miriam Aparecida Pinto Vilela
  • Maria da Penha Henriques do Amaral
  • Fernanda Maria Pinto Vilela
  • Filipe Soares Bertges

Palavras-chave:

Doença Celíaca, Alimentos-normas, Glúten, Publicidade de alimentos,

Resumo

A doença celíaca é uma intolerância alimentar relacionada ao glúten. O tratamento consiste na exclusão do glúten da dieta. A Lei n° 10.674, de 16 de maio de 2003, obriga que os produtos alimentícios comercializados informem sobre a presença ou não de glúten. A advertência deve ser impressa nos rótulos, embalagens, cartazes e materiais de divulgação em caracteres com destaque, nítidos e de fácil leitura. O trabalho analisou o cumprimento da legislação vigente em 226 propagandas tipo folder de alimentos industrializados coletadas em estabelecimentos comerciais nos municípios de Juiz de Fora, Viçosa, Belo horizonte e São Paulo, no período de março de 2006 a março de 2007, utilizando-se da amostragem não probabilística de conveniência. Observou-se a predominância de amostras (n=221, 97,8%) em desacordo com a legislação. Concluiu-se que há necessidade de maior esforço para a implementação das ações de Vigilância Sanitária que resultem na promoção e proteção da saúde pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-11-29

Como Citar

1.
Stringheta PC, Vilela MAP, Amaral M da PH do, Vilela FMP, Bertges FS. A propaganda de alimentos e a proteção da saúde dos portadores de doença celíaca. hu rev [Internet]. 29º de novembro de 2007 [citado 3º de fevereiro de 2023];32(2):43-6. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/15

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)