Mindfulness como estratégia para o tratamento da obesidade infantil

  • Iruana M Machado
  • Thaiane Rubioli Costa UFJF
  • Camila Silva Delgado UFJF
  • Mariana Ferreira UFJF
  • Lize Vargas Ferreira Universidade Federal de Juiz de Fora
Palavras-chave: obesidade, atenção plena, processos grupais

Resumo

Introdução: A obesidade infantil é um grave problema global de saúde pública. O manejo no tratamento dessa enfermidade é complexo, pois depende de adequação à mudança de hábitos da própria família. A técnica mindfulness pode ser eficaz nesse contexto pois atua tanto no ganho de peso quanto nos sintomas ansiosos. Objetivo: avaliar a prática mindfulness em crianças e adolescentes. Avaliar sua aplicabilidade aos pais no tratamento da obesidade infantil. Material e Métodos: ensaio clínico longitudinal com 28 pacientes atendidos no ambulatório especializado de hospital terciário, no período de junho de 2016 a junho de 2018. As atividades consistiram de cinco sessões mensais de grupos operativos de meditações guiadas e atividades semanais domiciliares programadas. Foram avaliados peso, altura, Índice de Massa Corporal (IMC), escore Z do IMC e circunferências da cintura, do abdome, do quadril e do braço antes de cada sessão mensal. Resultados: a média da idade dos participantes foi 10,7 土 3,68 anos; o escore Z do IMC 3,13土0,89, a circunferência abdominal 90,9土15,86 cm. A média de IMC referente à primeira avaliação foi 29,1 土4,63 kg/m2 e 29,9 土3,81kg/m2 na última. Os dados de evolução de IMC, circunferência da cintura, circunferência abdominal, circunferência do quadril e circunferência do braço direito não apresentaram diferença significante entre os valores iniciais e finais. Entretanto, houve melhora no vínculo entre as crianças e seus responsáveis com algumas mudanças no comportamento familiar. Conclusão: A prática mindfulness em crianças e adolescentes, bem como em seus pais, não mostrou impacto na redução do peso dos pacientes avaliados. Entretanto, poderá, em longo prazo, levar a resultados positivos na qualidade de vida e na melhora dos hábitos alimentares, podendo levar a redução do peso.

Biografia do Autor

Iruana M Machado
nutricionista
Thaiane Rubioli Costa, UFJF
estudante do curso de Medicina da UFJF
Camila Silva Delgado, UFJF
estudante do curso de Medicina da UFJF
Mariana Ferreira, UFJF
Médica da EBSERH do HU da UFJF
Lize Vargas Ferreira, Universidade Federal de Juiz de Fora
Professora de Endocrinologia da Faculdade de Medicina da UFJF

Referências

ABREU, L. C. Obesidade e condições relacionadas à obesidade secundária na interface do crescimento e desenvolvimento. Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano, v. 21, n. 1, p.7-10, apr. 2011.

BARKIN, S. L. et al. Effect of a behavioral intervention for underserved preschool-age children on change in Body Mass Index: A Randomized Clinical Trial. JAMA, v. 320, n. 5, p. 450-60, aug. 2018.

BARNES, V. A.; KRISTELLER, J. L. Impact of Midfulness – Based eating awareness on diet and exercise habits in adolescents. International Journal of Complementary & Alternative Medicine. v. 3, n. 2, feb. 2016.

BAYER, A. A. A. et al. Intervenção grupal em pacientes com obesidade e seus familiares: relato de experiência. Psicologia Ciência e Profissão, v. 30, n. 1, p. 200-211, dec. 2010.

BREWER, J. A. et al. Can Mindfulness Address Maladaptive Eating Behaviors? Why Traditional Diet Plans Fail and How New Mechanistic Insights May Lead to Novel Interventions. Frontiers in Psicology, v.9, p. 1418-29, sep. 2018.

BROWN, K. W, RYAN, R. M. The benefits of being present: Mindfulness and its role in psychological well-being. Journal of Personality and Social Psychology, v. 84, n. 4, p. 822-848, apr. 2003.

CAMPANA, N. T.C.; GOMES, I. C.; LERNER, R. Contribuições da clínica da parentalidade no atendimento de um caso de obesidade infantil. Psicologia Clínica, v. 26, n. 2, p. 105-119, jul./dec. 2014.

COELHO, G. D. et al. Avaliação do autoconceito de crianças e adolescentes com sobrepeso e obesidade. Revista Brasileira de Qualidade de Vida, v. 8, n. 3, p. 204-217, jul./set. 2016.

COSTA, C. S. M. A relação entre as orientações de vinculação e a parentalidade mindful em mães de crianças e adolescentes: O papel mediador das dificuldades de regulação emocional e do stress percebido. Universidade de Coimbra. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. 2016.

CUNHA, M.; GALHARDO, A.; PINTO-GOUVEIA, J. Child and Adolescent Mindfulness Measure (CAMM): Study of the Psychometric Properties of the Portuguese Version. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 26, n. 3, p.459-468, jul./set. 2013.

DORNELLES, A. D.; ANTON, M. C. A percepção dos profissionais da saúde acerca da atenção ao sobrepeso e à obesidade infantil no Sistema Único de Saúde (SUS). Aletheia, s/v., n. 41, p. 53-66, may./ago. 2013.

DOMBROWSKI, S. U.; KNITTLE, K., AVENELL, A., ARAÚJO-SOARES, V., and SNIEHOTTA, F. F. Long term maintenance of weight loss with non-surgical interventions in obese adults: systematic review and meta-analyses of randomised controlled. British Medical Journal, v. 14, n. 348, p. 2646, may. 2014.

GIACOMONI, C. H.; SOUZA, L. K.; HUT, C. S. A visão das crianças sobre a felicidade. Revista Quadrimestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, v. 18, n. 1, p. 143-50, jan./apr. 2014.

GUEDES, P. D.; GUEDES, J.E.R.P. Translation, cross-cultural adaptation and psychometric properties of the kidscreen-52 for the brazilian population. Revista Paulista de Pediatria, v. 29, n. 3, p.364-71, set. 2011.

LEUNG, M. M. Midfulness-based Piloto Study to Reduce Childhood Obesity Risk in Underserved Urban Children: Preliminary Findings. Journal of Nutrition Education and Behavior, v. 48, n. 7S, p.S95, jul. 2016.

LÓPEZ, A.L.S Effectiveness of the Mindfulness-Based Stress Reduction Program on Blood Pressure: A Systematic Review of Literature Worldviews on Evidence-Based Nursing, v. 15, n. 5, p. 344–52, dec. 2018.

LOURENÇO, M.; SANTOS, C; CARMO, I. Estado nutricional e hábitos alimentares em crianças de idade pré-escolar. Revista de Enfermagem, v. serIV, n. 1, p. 7-14, fev./mar. 2014.

MARTI, A. C.; BARRACHINA, M. T. M. The effects of mindfulness-based cognitive therapy: a qualitative approach. Psychology in Spain, v. 13, n. 1, p. 9-16, jan. 2009.

MEDEIROS, C. C. M. et al. Estado nutricional e hábitos de vida em escolares. Revista Brasileira de Crescimento Desenvolvimento Humano, v. 21, n. 3, p. 789-797, jan. 2011.

MEDEIROS, R. C. A parentalidade na perspetiva do mindfulness: Estudo do papel mediador da vinculação aos pais na relação entre a parentalidade mindful e a qualidade de vida de crianças e adolescentes. Universidade de Coimbra. Faculdade de Psicologia e de ciências da Educação (dissertação de mestrado). 2015.

MOREIRA, M. S. F. et al. Doenças associadas à obesidade infantil. Revista Odontológica de Araçatuba, v. 35, n. 1, p. 60-66, jan./jun.2014.

PAUL, I. M. et al. Effect of a responsive parenting educational intervention on childhood weight outcomes at 3 years of age the INSIGHT randomized clinical trial. JAMA, v. 320, n. 5, p. 461-68, aug. 2018.

PIRES, J. G.; NUNES, M. F. O. Instrumentos para avaliar o construto mindfulness: uma revisão. Avaliação Psicológica, v. 14, n. 3, p. 329-338, dec. 2015.

PIVARUNAS, B. et al. Mindfulness and Eating Behavior in Adolescent Girls at Risk for Type 2 Diabetes. International Journal of Eating Disorders, v. 48, n. 6, p. 563–569, sep. 2015.

PONTE MÁRQUEZ, P.H et al. Benefits of mindfulness meditation in reducing blood pressure and stress in patients with arterial hypertension. Journal of Human Hypertension. v. 36, p. 294-5, nov. 2018.

PRIYA, G; KALRA, S. Mind–Body Interactions and Mindfulness Meditation in Diabetes. European Endocrinology, v. 14, n. 1, p. 35-41, apr. 2018.

RAZAVI, N.; AHADI, H; FOROOSHANI, G. S. Comparison between Cognitive Behavioral Therapy and Mindfulness in Reducing Weight and Improvement of Health in Obese and Over Weighted Children. International Journal of Humanities and Cultural Studies. v. 1, n. 1, p. 1972-1986, dec. 2015.

World Health Organization. Report of the commission on ending childhood obesity. Janeiro, 2016. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/10665/204176/1/9789241510066_eng.pdf?ua=1&ua=1

Acesso em 16 fev. 2019

ZORNIG, S. M. A. Tornar-se pai, tornar-se mãe: o processo de construção da parentalidade. Tempo Psicanalítico, v. 42, n. 2, p. 453-470, jun. 2010.

Publicado
2019-04-04
Como Citar
Machado, I. M., Costa, T. R., Delgado, C. S., Ferreira, M., & Ferreira, L. V. (2019). Mindfulness como estratégia para o tratamento da obesidade infantil. HU Revista, 44(2), 191 - 197. https://doi.org/10.34019/1982-8047.2018.v44.13958

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)