ANÁLISE DA FRAGILIDADE AMBIENTAL DA PAISAGEM DA BACIA DO RIO SEPOTUBA – MATO GROSSO, BRASIL

  • Sandra Mara Alves da Silva Neves Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT
  • Gessica de Jesus Oliveira Silva
  • Edineia Aparecida dos Santos Galvanin
  • Camila Calazans da Silva Luz

Resumo

O presente estudo tem como objetivo avaliar a fragilidade ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Sepotuba, visando a geração de subsídios que contribuam no planejamento ambiental. Os dados foram sistematizados por meio das Geotecnologias. A fragilidade potencial da bacia apresentou como maior percentual a classe Fraca (54,81%), seguida da Média (24,52%), Muito Fraca (18,27%), Muito Forte (1,97%) e Forte (0,40%), enquanto a fragilidade emergente apresentou os graus Muito Fraco, Forte e Muito Forte. Concluiu-se que as mudanças decorrentes da implantação de usos, com manejos inadequados em áreas frágeis, ocasionou instabilidade ecodinâmica de algumas das paisagens da bacia.

Publicado
2020-12-04