ANÁLISE SOBRE TENDÊNCIAS DE EXPANSÃO URBANA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CABUÇU-PIRAQUÊ, ZONA OESTE DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

  • Fabrízio da Costa Barros Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Leandro Andrei Beser de Deus Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Alexander Josef Sá Tobias da Costa

Resumo

O recorte temporal deste estudo é a partir do ano de 2002, com a escolha da cidade do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Pan-Americanos de 2007, se estendendo até o último grande evento esportivo, os Jogos Olímpicos de 2016, período que ficou conhecido como "Era dos megaeventos esportivos". Neste período, a área central da cidade recebeu grandes investimentos onde haveria maior fluxo turístico, e as áreas periféricas foram se tornando principal destino da população que perdia seu espaço nessas áreas centrais. Buscou-se fazer uma análise inicial do uso e ocupação do solo em uma destas áreas periféricas, a bacia hidrográfica do Rio Cabuçu-Piraquê, na Zona Oeste da cidade, a partir do processamento digital de imagens associado aos sistemas de informações geográficas, por meio da ferramenta Land Change Modeler, do software Idrisi SELVA com análises espaço-temporais, possibilitando identificar as tendências de mudança de uso e ocupação do solo e identificar em quais áreas essas tendências podem se consolidar.

Publicado
2020-08-06
Seção
Artigos