MAPEAMENTO DAS FITOFISIONOMIAS DO CERRADO NO NORTE DE MINAS GERAIS

  • Marcos Esdras Leite Univ. Estadual de Montes CLaros -UNIMONTES
  • Manoel Reinaldo Reinaldo Leite Manoel Reinaldo Leite
  • Marilei Gonçalves Borges Marilei Gonçalves Borges
  • Herick Lyncon Antunes Rodrigues unimontes

Resumo

As técnicas de sensoriamento remoto aplicadas ao meio natural permitem a interação do intérprete e a análise dos elementos contidos na imagem. Esta técnica aplicada na delimitação do cerrado e suas fitofisionomias permite localizá-lo, distingui-lo e delimitá-lo. O Cerrado é considerado um hotspot de biodiversidade, possui uma diversidade de animais e vegetais que são importantes para a população que vive neste bioma. Dentre as espécies nativas do cerrado, o pequizeiro (Caryocar brasiliense) é uma espécie de grande importância histórica e econômica, protegida por Lei e vetada de corte. Nesse sentido, tendo como base o limite dos biomas, o objetivo deste trabalho é delimitar a fitofisionomia do cerrado, para efeito de demarcar a área de ocorrência de pequizeiro no Norte do estado de Minas Gerais. Este trabalho é importante pois, através dos resultados obtidos poderemos identificar as áreas de pequizeiro e consequentemente analisar a situação ambiental em que a espécie ocorre. O método utilizado para identificar as áreas de cerrado e suas fitofisionomias foi o classificador MAXVER e o Índice de Área Foliar – IAF. Através dos produtos gerados, constatou-se que as áreas de cerrado possuem as mesmas características nas diferentes estações do ano, e que as áreas da Floresta Estacional Decidual, Campo Rupestre e Mata Ciliar não há ocorrência de pequizeiro.

Biografia do Autor

Marcos Esdras Leite, Univ. Estadual de Montes CLaros -UNIMONTES

Professor Doutor PPG em da UNIMONTES

Manoel Reinaldo Reinaldo Leite, Manoel Reinaldo Leite
Professor do Departamento de Geociências UNIMONTES
Marilei Gonçalves Borges, Marilei Gonçalves Borges
Mestre Geografia/PPGEO
Herick Lyncon Antunes Rodrigues, unimontes
Mestrando do PPGEO UNIMONTES
Publicado
2018-11-29
Seção
Artigos