Fusão por ditongação: a informação de presente

  • Vítor de Moura Vivas

Resumo

Demonstramos, em nossa pesquisa, que a morfologia flexional portuguesa se organiza não só por concatenação de afixos, mas também por padrões não-concatenativos: a fusão. O foco desse artigo é a fusão de presente por ditongação que ocorre na flexão verbal, um mecanismo morfológico motivado fonologicamente, sistemático e produtivo no português.

Publicado
2019-06-16
Seção
Artigos