“Brilhou o quinto sol”

Um olhar historiográfico para as questões mesoamericanas no enredo da G.R.E.S.U. do Viradouro em 2010

Autores

  • Alessandro Wagner Possati Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Viradouro, Carnaval, Mesoamérica

Resumo

Discutiremos o desfile da G.R.E.S. Unidos do Viradouro, agremiação carnavalesca de Niterói, no Grupo Especial em 2010, que teve o México como enredo. Pretendemos observar principalmente as questões sobre os povos mesoamericanos, suas interpretações e representações. Para isso, consideramos que o que Canclini chama de hibridação cultural ocorre no certame carnavalesco, onde narrativas historiográficas são postas em choque com uma perspectiva própria, construída pelos enredistas da agremiação, processo que chamamos de “carnavalização”. Portanto, tencionamos elucidar as possibilidades de apropriação e questionamentos na História ao utilizarmos o material constituído para o cortejo da escola vermelha e branca.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA JESUS, A. C. Carnaval e "a história que a história não conta": uma análise dos sambas de enredo. In. Licere, Belo Horizonte, v.23, n.1, p. 153-192. mar/2020.

ANGULO, Jorge. Teotihuacan: City of the gods. Bonechi, 1998.

CANCLINI, N. G. Culturas Híbridas: Estratégias para entrar e sair da modernidade. Edusp, São Paulo. (1997) 2008.

CAVEIRAS ‘mexicanas’ para celebrar o Dia dos Mortos no desfile da Viradouro. Portal SRZD. Disponível em: <https://www.srzd.com/carnaval/caveiras-mexicanas-para-celebrar-o-dia-dos-mortos-no-desfile-da-viradouro/> Publicado em: 06/01/2010. Acesso em: 26/07/2022.

CHARTIER, R. A História Cultural entre práticas e representações. Difusão Editorial, 2a edição, (1982) 2002.

LEÓN-PORTILLA, M. Mesoamérica antes de 1519 (Capítulo 1). In. BETHELL, L. (org.) História da América Latina: América Latina Colonial (Volume 1), Edusp, São Paulo, 1997..

LIESA, Memória, Outros Carnavais - Carnaval 2010: Justificativas dos jurados. Disponível em: <http://liesa.globo.com/memoria/outros-carnavais/2010/justificativa-dos-jurados.html> Acesso em: 26/07/2022.

LIVRO Abre-Alas Carnaval 2010, Domingo. G.R.E.S.U. do Viradouro. Histórico do Enredo.

MELLO, Marcelo de. Perdeu o título, ganhou a história: a visão dos derrotados. <https://oglobo.globo.com/rio/carnaval/2016/perdeu-titulo-ganhou-historia-18454713#ixzz6KoCRbf4V> O Globo, 29/01/2016. Foto de Otávio Magalhães, agência O Globo.

MIGNOLO, W. What does it mean to decolonize? (cap. 5) In. MIGNOLO, W.; WALSH, C. On decoloniality: Concepts, analytics, praxis. Duke University Press. Durham e Londres. 2018.

MILLER, M. e TAUBE, K. An Illustrated Dictionary Of The Gods And Symbols Of Ancient Mexico and the Maya. Thames and Hudson, Nova York. 1993.

MOTTA, Fábio. In. Estadão, Fotos, desfile da escola de samba Viradouro 2010. Disponível em: <https://fotos.estadao.com.br/galerias/cidades,desfile-da-escola-de-samba-viradouro,10690,265828:> Acesso em: 26/08/2022.

NÓBREGA, Nelson F. Escolas de Samba: sujeitos celebrantes e objetos celebrados, Rio de Janeiro, 1928-1949. Coleção Memória Carioca, Vol. 3. 2001.

O CARRO abre-alas da Viradouro em 2020 foi o maior da história da agremiação com 50 metros de comprimento e 13 metros de altura. Disponível em: <https://odia.ig.com.br/diversao/carnaval/2020/01/5854565-viradouro-tera-o-maior-abre-alas-de-sua-historia-neste-carnaval.html#:~:text=Rio%20%2D%20A%20Viradouro%20vai%20mostrar,um%20pr%C3%A9dio%20de%20quatro%20andares.> Publicado em: 18/01/2020. Acesso em: 09/06/2020.

REGULAMENTO específico dos desfiles da escola de samba do grupo especial da LIESA. Carnaval de 2010. Título II: Das obrigações das escolas de samba e demais recomendações. Artigo 26, Inciso VII. Disponível em: <http://liesa.globo.com/memoria/outros-carnavais/2010/>. Acesso em 26/08/2022.

REGULAMENTO específico dos desfiles da escola de samba do grupo especial da LIESA. Carnaval de 2022. Título II: Das obrigações das escolas de samba e demais recomendações. Artigo 26, Inciso VII. Disponível em: <https://liesa.globo.com/downloads/carnaval/regulamento-2022>. Acesso em: 26/08/2022.

RESTALL, M. Guerreiros Invisíveis: O mito do conquistador branco (capítulo 3). In. RESTALL, M. Sete Mitos da Conquista Espanhola. Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 2006.

SCHALL, J. PEREIRA, E. México, o paraíso das cores, sob o Signo do Sol (sinopse); Unidos do Viradouro - 2010. Disponível em: <http://www.galeriadosamba.com.br/escolas-de-samba/unidos-do-viradouro/2010/> Acesso em 17/01/2022.

TREVAS! Luz! A explosão do Universo. In. Brasiliana: A divulgação científica no Brasil. Disponível em: <http://www.fiocruz.br/brasiliana/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=105&sid=20#:~:text=O%20carnavalesco%20Jo%C3%A3osinho%20Trinta%20deu,momento%20numa%20explos%C3%A3o%20de%20alegria.> Acesso em: 27/08/2022.

Downloads

Publicado

2022-12-27

Como Citar

(1)
Possati, A. W. “Brilhou O Quinto sol”: Um Olhar historiográfico Para As Questões Mesoamericanas No Enredo Da G.R.E.S.U. Do Viradouro Em 2010. FDC 2022, 8, 213-234.