Discursos de Poder e de Memória

o caso das nomeações de um museu em São José dos Pinhais/PR (1977-2021)

Autores

  • Luciano Chinda Doarte Universidade Federal do Paraná; Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio Cultural
  • Isadora Graser Marasquin Universidade Federal do Paraná, Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio Cultural

Palavras-chave:

Museu Municipal Atílio Rocco, Museu, memória e poder, Discurso e narrativa

Resumo

Debruçando-se sobre a alteração do nome do então Museu Municipal de São José dos Pinhais para Museu Municipal Atílio Rocco, em São José dos Pinhais/PR, em 1981, este estudo se apropria de teorias e métodos para perceber as interações identitárias, subjetivas e práticas no campo da história oficial, da memória e do poder político. Para tanto, faz uso de propostas da Análise do Discurso, da História do Tempo Presente, da memória cultural e da gestão da memória social. Como resultados, apresenta que as mudanças alteram profundamente as formas de relação do museu com a sociedade contextual, bem como promovem mágoas não sanadas na narrativa municipal sobre o passado comum.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O Que é um Povo? In. ______. Meios Sem Fim: notas sobre a política. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2017. P. 35-40.

ANDREONI, Renata. Museu, Memória e Poder. Em Questão, Porto Alegre, v. 17, n. 2, p. 167-179, jul./dez. 2011.

AUTOR 1. “Essa Guerra não é Nossa”: os museus e a invisibilidade das vítimas da necropolítica. In: SOUZA NETO, Manoel Gustavo de (Org.). Anais do I Seminário Online de Pesquisa em História da Universidade Estadual de Goiás, 23 a 26 de junho de 2020. Uruaçu: UEG, 2020. P. 573-593. Disponível em <http://cdn.ueg.edu.br/source/campus_norte_-_sedem_uruacu_95/noticias/53017/Anais_Seminario.pdf>. Acesso em 3 out. 2021.

AUTOR 1. Um Fogo que Arde sem se Ver: cargas simbólicas, modos subjetivos e conformismo sobre uma violência sutil no patrimônio cultural. In: AUTOR 1. Nem Tudo Para Todos: estudos sobre patrimônio cultural e violências no mundo contemporâneo. Curitiba: Instituto Memória Editora, 2020. P. 344-368.

BAUER, Caroline Silveira. Políticas de Memória: aproximações conceituais e teóricas. In: Minicurso Políticas de Memória: das teorias às práticas. Online. Universidade Federal de Pelotas. 16 jun. 2020. 23 slides.

CALABRE, Lia. Política Cultural em Tempos de Democracia: a Era Lula. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, São Paulo, n. 58, P. 137-156, jun. 2014. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/rieb/n58/a08n58.pdf>. Acesso em 27 jan 2021.

CHAGAS, Mario. Memória e Poder: dois movimentos. Cadernos de Sociomuseologia, n. 19. 2002. P. 43-81.

DAMATTA, Roberto. A Casa & a Rua: espaço, cidadania, mulher e morte no Brasil. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Remontar, Remontagem (do Tempo). Caderno de Leituras – n. 47. Belo Horizonte: Chão da Feira, 2016.

HALL, Stuart. A Centralidade da Cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação&Realidade, 22 (2), P. 15-46, jul.-dez. 1997. Disponível em h. Acesso em 28 jan 2021.

HIRT, Wanderlita; SAUCEDO, Daniele. História da Fundação do Museu Atílio Rocco. 2013. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso (História) – Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2013.

MARTINS, Mayara. Referenciação. Canal Mayara Martins no Youtube. 8 abr. 2020. 14min17seg. Disponível em <https://www.youtube.com/watch?v=QpWBWYKuvxI>. Acesso em 1 out. 2021.

OLIVEIRA, Ricardo Costa de; GOULART, Mônica Helena Harrich Silva; VANALI, Ana Christina; MONTEIRO, José Marciano. Família, Parentesco, Instituições e Poder no Brasil: retomada e atualização de uma agenda de pesquisa. Revista Brasileira de Sociologia, vol. 5, nº. 11, Set/Dez, 2017. P. 165-198. Disponível em <http://dx.doi.org/10.20336/rbs.225>. Acesso em 1 out. 2021.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise do Discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 1999.

SCHINDEL, Estela. Inscribir el Pasado en el Presente: memoria y espacio urbano. Política y Cultura, primavera 2009, n. 31. P. 65-87.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. Patrimonialismo. In: ______. Sobre o Autoritarismo Brasileiro. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. P. 64-87.

SOUZA, Giane Maria de. Museus, espaços de memórias e coleções: diálogos e interfaces. Revista Confluências Culturais, Joinvile, v. 5, n. 2, p. 151-162, set.-2016.

Downloads

Publicado

2022-05-30

Como Citar

(1)
Chinda Doarte, L.; Graser Marasquin, I. Discursos De Poder E De Memória: O Caso Das nomeações De Um Museu Em São José Dos Pinhais/PR (1977-2021). FDC 2022, 8, 28-53.