Experiência em análise

reflexões de Chimamanda Adichie sobre os processos de luto durante a pandemia.

Autores

Palavras-chave:

Resenha

Resumo

Resenha: ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Notas sobre o luto. São Paulo: Companhia das Letras, 2021

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Campos Gomides, Universidade Federal de Ouro Preto

Historiadora pela Universidade Federal de Ouro Preto e atualmente mestranda do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) com bolsa FAPEMIG com vinculo à linha 1 de pesquisa (Poder, Espaço e Sociedade). Participa do Núcleo de Estudos em História da Historiografia e Modernidade (NEHM-UFOP). Além disso, é do corpo editorial do HuMANAS: Pesquisadoras em Rede. Licenciada pela mesma instituição (2019), atuou no projeto de extensão Juventude, História e Dilemas da Democracia (2017), ligados à Pró-reitoria de Extensão/PROEX UFOP. Desenvolve pesquisa na área de Teoria da História, História das mulheres e Tempo Presente (2020). 

Referências

ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Sejamos todos feministas. Editora Companhia das Letras, 2014.

ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Para educar crianças feministas: um manifesto. Editora Companhia das Letras, 2017.

ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Meio sol amarelo. Leya, 2017.

ADICHIE, Chimamanda Ngozi. O perigo de uma história única. Companhia das Letras, 2019.

ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Notas sobre o luto. Editora Companhia das Letras, 2021

Downloads

Publicado

2022-05-30

Como Citar

(1)
Campos Gomides, J. Experiência Em análise: Reflexões De Chimamanda Adichie Sobre Os Processos De Luto Durante a Pandemia. FDC 2022, 8, 202-207.