Na Flanerie pela cidade os cheiros nos consomem

memórias olfativas em torno da cidade de Picos-PI nas décadas de 1980 e 1990

Autores

  • Nayara Gonçalves de Sousa UFPI

Palavras-chave:

Picos-PI. Memórias Olfativas. Sensibilidades Urbanas.

Resumo

O presente trabalho discute acerca das memórias olfativas que foram construídas em torno da cidade de Picos-PI nas décadas de 1980 e 1990, pelos seus próprios habitantes e médicos visitantes que atuaram no Hospital Regional da referida urbe durante as décadas de 1980 e 1990.  A pesquisa foi construída com base em variadas fontes, que incluem entrevistas orais, os jornais Macambira e Jornal de Picos e o Código Municipal de Posturas. A análise dessas fontes e as discussões presentes no trabalho contaram com o referencial teórico de diversos estudiosos que discorrem sobre as temáticas cidades, memória, sensibilidades urbanas e história oral. O presente trabalho discute acerca das memórias olfativas que foram construídas em torno da cidade de Picos-PI nas décadas de 1980 e 1990, pelos seus próprios habitantes e médicos visitantes que atuaram no Hospital Regional da referida urbe durante as décadas de 1980 e 1990.  A pesquisa foi construída com base em variadas fontes, que incluem entrevistas orais, os jornais Macambira e Jornal de Picos e o Código Municipal de Posturas. A análise dessas fontes e as discussões presentes no trabalho contaram com o referencial teórico de diversos estudiosos que discorrem sobre as temáticas cidades, memória, sensibilidades urbanas e história oral. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBERTI, Verena. Histórias dentro da História. In: PINSKY, Carla Bassanezi (org). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2010.

BAIRRO Junco sofre com pó. Macambira, Ano IV, nº 95, Picos (PI), 31 dez. 1982, p. 4.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. Definir o lugar? In: O lugar no/do mundo. São Paulo: FFLCH, 2007. p. 17-20.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. A Rua: espacialidade, cotidiano e poder. In: O lugar no/do mundo. São Paulo: FFLCH, 2007. p. 51-59.

CORRÊA, Roberto Lobato. O espaço urbano. 4 ed. São Paulo; Ática,2000.

CORBIN, Alain. Saberes e odores: o olfato e o imaginário social nos séculos dezoito e dezenove. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

COSTA, Maria Inês da. Entrevista concedida à Nayara Gonçalves de Sousa. Picos- PI, 2019.

DA HIGIENE das habitações. In: Código de Posturas Municipal. Capítulo. III, Artº 33. Picos (PI), 1985, p. 7.

ESGOTOS a céu aberto. Jornal de Picos, nº 12, Picos (PI), 07 de junho. 1999, p.16.

FÁBRICA em Picos. Macambira, Ano IV, nº 84, Picos (PI), 31 jan. 1982. p 6.

FEITOSA. Francisca de Sousa. Entrevista concedida à Nayara Gonçalves de Sousa. Picos- PI, 2019.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. “Após Auschwitz” e “O que significa elaborar o passado, In: Lembrar, escrever, esquecer. São Paulo: Editora 34, 2006.

POLLACK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, RJ, v.02, n.03, 1989, p. 3-15.

JOSINO Ferreira. Biografia. In: Acervo e Memória Picoense. Disponível em: <https://www.facebook.com/AcervoEMemoriaPicoense>. Acesso em: 15 agos. 2019.

KANASHIRO, Milena. A cidade e os sentidos: sentir a cidade. In: Revista Desenvolvimento e meio ambiente., Paraná, v.7, n. 7, 2003. Disponível em: <https://revistas.ufpr.br/made/article/view/3051>. Acesso em: 20 agos. 2020.

MEIHY, José Carlos. S.B. Manual de História Oral. São Paulo: Loyola, 2005.

NASCIMENTO, Francisco Alcides do. Em busca de uma cidade perdida. In: Revista História Oral., Teresina, n. 5, s/v, 2002. Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2020.

NERES, Thiago Tavares das; SOBRAL, Gustavo Leite. Os sentidos da cidade. In: Revista Verso & Reverso., Natal-RN, v. 33, n. 82, 2019. Disponível em < http://revistas.unisinos.br/index.php/versoereverso/article/view/ver.2019.3382.05> Acesso em 20 de agosto de 2020.

NETA, Vitória Custódia. Entrevista concedida à Nayara Gonçalves de Sousa. Picos-PI, 2019.

O SERTÃO virou mar. Macambira, Ano V, nº 90, Picos (PI), 31 jul. 1982.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Cidades visíveis, Cidades sensíveis, Cidades imaginárias. In: Rev. Bras. Hist., São Paulo, v. 27, n. 53 de junho de 2007. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo >. Acesso em 20 de setembro de 2010.

PICOS tem a maior Indústria do Piauí, Macambira, Ano IV, nº90, Picos (PI), 31 jul. 1982, p. 5.

POLLACK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, RJ, v.02, n.03, 1989, p. 3-15.

ROLNIK, Raquel. O que é cidade. São Paulo: Brasiliense, 1995. (Coleção Primeiros Passos; 203).

RODRIGUES, Marly A década de 80: Brasil: quando a multidão voltou às praças. São Paulo: Àtica, 2003.

SANEAMENTO básico. Jornal Macambira, nº 73, Picos (PI), 31/08/1981, p.2.

SEIXAS, Jacy A. Percursos de memórias em terras de história: problemáticas atuais. In: NAXARA, M; BRESCIANI, S. (Org.). Memória e (res) sentimento: indagações sobre uma questão sensível. Campinas: UNICAMP, 2004.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. Narrar o trauma: a questão dos testemunhos de catástrofes históricas. PSIC. CLIN., Rio de Janeiro, v. .20, n.1, p.65 – 82, 2008.

SOUSA, Edênia da Silva e. Entrevista concedida à Nayara Gonçalves de Sousa. Picos-PI, 2019.

VELOSO, Romana Maria de Carvalho. Entrevista concedida à Nayara Gonçalves de Sousa. Picos-PI, 2019.

Downloads

Publicado

2021-11-25

Como Citar

(1)
Gonçalves de Sousa, N. Na Flanerie Pela Cidade Os Cheiros Nos Consomem: Memórias Olfativas Em Torno Da Cidade De Picos-PI Nas décadas De 1980 E 1990. FDC 2021, 7, 139-159.