Do desencanto a desilusão

Rock e política nos anos 80

  • Deivid Fernando Franco Universidade do Oeste do Paraná
Palavras-chave: Redemocratização, Rock, Política

Resumo

Na década de 1980, o Brasil experienciou o fim da ditadura civil-militar, iniciada em 1964. O sentimento de liberdade política que permeou o período coincidiu com a efervescência do mercado fonográfico e com novas formas de produção e circulação de produtos voltados aos jovens, dentre estes, o rock foi alçado a um lugar de destaque até então nunca alcançado. Alguns artistas fizeram do discurso político o tema de suas canções, enquanto outros optaram por não tematizá-lo. O presente trabalho discorre sobre a relação entre rock e política. Por meio da análise de letras de músicas e de entrevistas cedidas por artistas às mídias do período, buscou-se perceber se existem posicionamentos políticos nesses discursos e como se deram as relações entre política e rock nos quadros da redemocratização brasileira. 

Referências

Referências Bibliográficas
Fontes
ALEXANDRE, Ricardo. Cheguei bem a tempo de ver o palco desabar: 50 causos e memórias do rock brasileiro (1993-2008). Porto Alegre, RS: Arquipélago Editorial, 2013.
____________________________________. Dias de luta. São Paulo: DBA Artes Gráficas, 2002.
ASSAD, Simone. Renato Russo de A a Z: as ideias do líder da Legião Urbana. Campo Grande, MS: Letra Livre, 2000.
DAPIEVE, Arthur. Brock: o rock brasileiro dos anos 80. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora 34, 1996 (Coleção Ouvido Musical).
[Autor desconhecido]. Política da pauleira. Revista Veja. Edição 1012, Janeiro de 1988. Editora Abril. p. 113. Disponível em: . Acesso em: 24 jul. 2015.
Documentário
MOREIRA, Gastão. Botinada: a origem do punk no Brasil. 110 min. 2006.

Músicas/álbuns
Capital Inicial. MTV Especial: Aborto Elétrico. Sony BMG, 2005. 1 CD.
LEMOS, Flávio; RUSSO, Renato. Despertar dos mortos. Aborto Elétrico. Disponível em: . Acesso em: 8 jul. 2015.
MAO. Subúrbio Operário. In: Garotos Podres. Pior que antes. Continental, 1988. 1 CD. Faixa 5
MOREIRA, Roger R. Inútil. In: Nós vamos invadir sua praia. WEA, 1985. 1 CD. Faixa 6.
RUSSO, Renato. Que país é este? In: Legião Urbana. Que país é este. EMI-ODEON, 1987. 1 CD. Faixa 1.
SEIXAS, Raul. Mosca na sopa. In: Krig-há, Bandolo! Philips, 1973. 1 CD. Faixa 2.
WISNER, Edith Nadine; SEIXAS, Raul . Let me sing, Let me sing. In: Let me sing, Let me sing. Philips Records, 1972. LP Single.

Bibliografia
BAKHTIN, Mikail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. São Paulo; Brasília: Hucitec-EDUNB, 1993.
CARVALHO, José Murilo de. Decantando a República - O Brasil de Noel a Gabriel. In: CAVALCANTE, Berenice; STARLING, Heloísa; EISENBERG, José (Org.). Retrato em branco e preto da nação brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2004.
CHACON, Paulo Pan. O que é rock. São Paulo: Brasiliense, 1985.
CHARTIER, Roger. A história Cultural: entre práticas e representações. Tradução de Maria Manuela Galhardo. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1990.
CUCHE, Dennys. A noção de cultura nas ciências sociais. Bauru, SP: EDUSC, 1999.
ENCARNAÇÃO, Paulo Gustavo da. “Como é que eu vou crescer sem ter com que me revoltar”: Rock, política e juventude nos anos 80. In: I Congresso internacional de estudos do rock. Anais... Cascavel. CD-ROM.
FRANCO, Deivid Fernando. “O Brasil é o país do futuro”: rock e contestação nas canções de Renato Russo (1978/1990). Dissertação (mestrado em História), Universidade Estadual do Oeste do Paraná, 2015.

HOBSBAWM, Eric. Era dos Extremos. O breve século XX 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
MAFFESOLI, Michel. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades de massa. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1987.
NAPOLITANO, Marcos. Seguindo a canção: engajamento político e indústria cultural na MPB (1959-1969). São Paulo: Annablume – FAPESP, 2001.
REMOND, René. Por uma história política. Renê Rémond (Org.). Tradução Dora Rocha. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.
RIDENTI, Marcelo. Em busca do povo brasileiro: artistas da revolução, do CPC à era da TV. Rio de Janeiro: Record, 2000.
ROCHEDO, Aline. “Derrubando reis”: a juventude urbana e o rock brasileiro nos anos 1980. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Multifoco, 2014.
TINHORÃO, José Ramos. História social da música popular brasileira. São Paulo: Ed. 34,
Publicado
2020-12-15
Como Citar
(1)
Franco, D. F. Do Desencanto a desilusão: Rock E política Nos Anos 80. FDC 2020, 6, 102-118.