O príncipe indômito:

uma análise das políticas praticadas nas vidas de São Hermenegildo para a construção hagiográfica do príncipe mártir visigodo

  • Luanna Klíscia de Amorim Mendes Mestranda em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Membro do Vivarium - Laboratório de Estudos da Antiguidade e do Medievo (Núcleo Nordeste). Orientadora: Drª Raquel de Fátima Parmegiani. Bolsista pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (FAPEAL),
Palavras-chave: Hagiografia, Visigodos, política eclesiástica

Resumo

Neste presente artigo, trabalharemos o emprego usado nas vidas do príncipe Visigodo São Hermenegildo, um mártir da Igreja espanhola, tendo em vista sua disputa contra seu pai o rei Leovigildo, por causa de sua rebelião ao atacar o reino Visigodo, em razão de sua defesa a uma vertente contraria do cristianismo Ariano praticado pelo reino, e está presente também como suas vidas de santo foram utilizadas em momentos oportunos com propósitos políticos para conversão de pessoas, reafirmação de fé e usando-a como proposito de escolha correta que levava-se a salvação.
Publicado
2019-07-04
Como Citar
(1)
Klíscia de Amorim Mendes, L. O príncipe indômito:. FDC 2019, 5, 37 - 49.