Definindo o Fascismo:

comparando análises e interpretações

  • Gustavo Feital Monteiro Mestre em História pela Universidade de Brasília
Palavras-chave: fascismo, nazismo, historiografia

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo analisar duas obras sobre a história do fascismo, as quais são: A anatomia do fascismo, de Robert Paxton, e Fascistas, de Michael Mann. Através da comparação das interpretações defendidas pelos autores, fez-se importante identificar quais os pontos semelhantes e em quais momentos as obras se diferem. Ao apontar seis aspectos específicos, buscou-se aprofundar nas perspectivas de cada livro, observando as metodologias de pesquisa e as formas pelas quais sustentam suas argumentações. A análise crítica dos textos em questão permitiu a percepção de questões complexas voltadas à compreensão do fascismo, além das diferenças entre perspectivas analíticas de um tema complexo.
Publicado
2019-07-03
Como Citar
(1)
Feital Monteiro, G. Definindo O Fascismo: . FDC 2019, 4, 60-80.