“Os Césares” de Juliano como construção de uma propaganda política

  • Eduardo Belleza Abdala Miranda Licenciado em História pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Mestre e Doutorando em História pela mesma Universidade.
Palavras-chave: Juliano, Sátira, Roma, Saturnália

Resumo

O presente artigo buscará demonstrar como a sátira elaborada pelo imperador Juliano, o Apóstata (361 – 363 d. C.), denominada Os Césares, também conhecida como Saturnálias ou O Banquete, representou uma propaganda político-religiosa na tentativa do soberano em elevar suas qualificações como governante e colocar em prática suas medidas de restauração do antigos cultos romanos. Demonstraremos como Juliano exalta a figura de Marco Aurélio, mais próximo de suas ideias filosóficas e, ao mesmo tempo, deprecia a figura de Constantino, quem concede espaços para o cristianismo.
Publicado
2019-07-03
Como Citar
(1)
Belleza Abdala Miranda, E. “Os Césares” De Juliano Como construção De Uma Propaganda política. FDC 2019, 5, 22-36.