“Adesistas e históricos”:

as disputas discursivas no processo de legitimação dos vários projetos republicanos

  • Marta Lúcia Lopes Fittipaldi Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Juiz de Fora
Palavras-chave: Silva Jardim, adesista, históricos

Resumo

O novo sistema de governo inaugurado a 15 de novembro de 1889, embora apregoado como iminente pelo movimento republicano, tomou de surpresa os atores políticos do final do século XIX que se viram então diante do novo regime provisoriamente estabelecido, cujo modelo deveria ser forjado e legitimado. Este artigo vem demonstrar o largo uso dos termos “adesistas” e “históricos” nas páginas dos periódicos e nos pronunciamentos parlamentares como parte das concorrências políticas em torno de projetos republicanos distintos, pretendendo ainda relacionar a atuação de Antônio da Silva Jardim às disputas discursivas que se estenderam principalmente durante o primeiro decênio da República.
Publicado
2019-06-06
Como Citar
(1)
Lúcia Lopes Fittipaldi, M. “Adesistas E históricos”: : As Disputas Discursivas No Processo De legitimação Dos vários Projetos Republicanos. FDC 2019, 3, 41-54.