Conhecimento da equipe de enfermagem sobre a parada cardiorrespiratória em adultos

Autores

  • Elisa Adriana dos Santos Faculdades Integradas de Taquara (Faccat)
  • Patricia Martins Bock Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) https://orcid.org/0000-0001-8572-3950
  • Ana Paula Vanz Faculdades Integradas de Taquara (Faccat)
  • Edna Thais Jeremias Martins Faculdades Integradas de Taquara https://orcid.org/0000-0002-2546-2987

Resumo

Objetivo: avaliar o conhecimento da equipe de enfermagem sobre o atendimento de uma parada cardiorrespiratória (PCR) em adultos com identificação dos fatores associados ao conhecimento. Metodologia: estudo quantitativo, transversal, realizado com profissionais de enfermagem da região do Vale do Paranhana, no Rio Grande do Sul, em 2018. Os dados foram coletados por meio de um questionário autoaplicável, com variáveis socioeconômicas e questões sobre o conhecimento da PCR. Foi considerado grupo “bom conhecimento”, aqueles que acertavam quatro questões primordiais para atendimento de PCR. Já conhecimento limitado foi quem acertou uma, duas ou três questões. Os dados foram coletados e analisados pelos softwares Survey Monkey e Statistical Package for Social Science (SPSS). Resultados: participaram 100 profissionais de enfermagem. Identificou-se que 37% possuíam bom conhecimento para atendimento de PCR. A renda maior que R$5.200,00 foi associada ao maior conhecimento (RP 2,1; IC95%=1,1-3,9; P=0, 017). Conclusões: o conhecimento para atendimento de uma PCR é limitado, e pode impedir a sobrevivência e o manejo de vítimas de PCR.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisa Adriana dos Santos, Faculdades Integradas de Taquara (Faccat)

Enfermeira Graduada em Enfermagem pela Faccat.

Patricia Martins Bock, Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997), ênfase em indústria de medicamentos (2001), mestrado (2000) e doutorado (2015) em Ciências Biológicas - Fisiologia, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Realizou pós-doutorado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (2015-2019). É professora das Faculdades Integradas de Taquara (FACCAT) desde 2016, e farmacêutica da prefeitura municipal de Cachoeirinha desde março de 2021. Foi professora substituta do Departamento de Farmacologia da UFRGS (2019-2020). Foi professora do Centro Universitário Metodista do IPA (2001-2012), coordenadora do curso de Farmácia e do Núcleo de Bioquímica (2005-2009) e coordenadora do Núcleo de Disciplinas Básicas da Saúde (2010-2012). 

Ana Paula Vanz, Faculdades Integradas de Taquara (Faccat)

Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009), mestrado em Medicina: Ciências Médicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2013) e doutorado em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2016). 

Downloads

Publicado

2022-09-11

Como Citar

dos Santos, E. A. ., Martins Bock, P., Vanz, A. P., & Martins, E. T. J. (2022). Conhecimento da equipe de enfermagem sobre a parada cardiorrespiratória em adultos. Revista De Enfermagem Da UFJF, 6(2). Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/enfermagem/article/view/36057

Edição

Seção

Artigos Originais