Qualidade de vida no trabalho da equipe de Enfermagem intensivista em um hospital de ensino

  • Damião Garcia de Mello
  • Thamires de Souza Machado
  • Thais Vasconselos Amorim
  • Érika Bicalho de Almeida
  • Denise Bertolini Lima de Almeida

Resumo

Objetivos: descrever a qualidade de vida no trabalho da Equipe de Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva. Método: estudo descritivo, transversal e quantitativo desenvolvido em Unidade de Terapia Intensiva adulta de hospital geral em Minas Gerais. Foram entrevistados 37 profissionais de Enfermagem com atuação mínima de seis meses, no período de fevereiro a março de 2018. Os instrumentos de coleta de dados foram o questionário sociodemográfico e o instrumento QWLQ-bref. Resultados: constatou-se que a qualidade de vida média no trabalho foi de 67,45%, considerando-se satisfatória. Os domínios com maior satisfação, quando comparados, foram o pessoal (72,13%) e o psicológico (70,05%). Conclusão: os resultados evidenciaram que a qualidade de vida no trabalho da equipe de Enfermagem é satisfatória, porém há aspectos a serem melhorados. Este estudo será de valia, pois auxiliará no conhecimento sobre a saúde de sua equipe, possibilitando criar estratégias de melhorias.

Biografia do Autor

Damião Garcia de Mello
Enfermeiro, graduado em 2018 pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de For SUPREMA. Atualmente Enfermeiro do CCIH/SCIH no Hospital São Vicente de Paulo de Juiz de Fora.
Thamires de Souza Machado
Enfermeira graduada em 2018 pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora.
Thais Vasconselos Amorim
Doutora em Enfermagem pela Escola de Enfermagem Anna Nery da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2015). Mestre em Enfermagem pela Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora (2013). Especialista em Cardiologia Aplicada à Enfermagem pelo Centro de Ensino e Pesquisas do Hospital Pró-Cardíaco (2008). Graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2003). 
Érika Bicalho de Almeida
Doutora em Ciências na linha de pesquisa em Enfermagem e Biociência-Unirio (2017). Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa Lacenf-Unirio. Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal Fluminense (2000) e Mestrado em Educação pela Universidade Católica de Petrópolis (2013).
Denise Bertolini Lima de Almeida
Enfermeira graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora. Atualmente Enfermeira coordenadora no Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus em Juiz e Fora.

Referências

- Prestes FC, Beck CLC, Magnago TSBS, Silva RM, Coelho APF. Danos à saúde dos trabalhadores de enfermagem em um serviço de hemodiálise. Rev. Gaúcha Enferm. [Internet]. 2016 [citado em 2017 Ago 12]; 37(1):e50759. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2016.01.50759

- Brasil. Ministério da Saúde. Portaria n° 1823, de 23 de agosto de 2012. Institui a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora [Internet]. Diário Oficial da União, Brasília (DF); 24 ago 2012. [citado 12 ago 2017]. Disponível em: http://www.sesau.ro.gov.br/wp-content/uploads/2012/08/PORTARIA-Nº-1.Word did not find any entries for your table of contents.WF, Mathias LAST. Adição ao trabalho e qualidade de vida: um estudo com médicos. Einsten 2017; 15.

- Azevedo WF, Mathias LAST. Adição ao trabalho e qualidade de vida: um estudo com médicos. Einsten [Internet]. 2017 [citado em 2017 Ago 12]; 15(2):130-135. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s1679-45082017ao3960

- Amaral JF, Ribeiro JP, Paixão DX. Qualidade de vida no trabalho dos profissionais de enfermagem em ambiente hospitalar: uma revisão integrativa. Rev. Espaço para a Saúde [Internet]. 2015 [citado em 21017 Ago 12]; 16: 66-74. Disponível em: http://dx.doi.org/10.22421/1517-7130.2015v16n1p66

- Scherer MDA, Oliveira NA, Trindade LL, Goncalves ASR, Vieira M. Aumento das cargas de trabalho em técnicos de enfermagem na atenção primaria a saúde do brasil. TrabEduc saúde [Internet]. 2016 [ctado em 2017 Ago 12]; 14: 89-104. Disponível em: https://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sol00030

- Altafin JAM, Grion CMC, Tanita MT, Festti J, Cardoso LTQ, Veiga CFF, et al. NursingActivities Score e carga de trabalho em unidade de terapia intensiva de hospital universitário. RevBras Ter Intensiva [Internet]. 2014 [ citado em 2017 Ago 12]; 26 (3): 292-298. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/0103-507X.20140041.

- Schmidt DRC,Paladini M, BiatoC, Pais JD, Oliveira AR. Qualidade de vida no trabalho e burnout em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva. RevBrasEnferm. [Internet]. 2013 [citado em 2017 Ago 12]; 66(1):13-17. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672013000100002.

- Reis Jr., D. R. Qualidade de vida no trabalho: Construção e validação do questionário QWLQ-78. PPGEP- Gestão Industrial [Internet]. 2008 [citado em 2017 Ago 12]. Disponível em: http://dx.doi.org/10.3895/S2175-08582011000200001

- Sousa VD, Driessnack M, Mendes IAC. Revisão dos desenhos de pesquisa relevantes para enfermagem. Parte 1: desenhos de pesquisa quantitativa. Rev Latino-am Enfermagem [nternet]. 2007 [citado em 22017 Set 25]; 15(3):1-6. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692007000300022

- Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus [homepage na internet]. O Hospital – Apresentação – Número de leitos [acesso em 01 out 2017]. Disponível em: http://www.hmtj.org.br/o-hospital/apresentacao/apresentacao.php

- Cheremeta M, Pedroso B, Pelatti LA, Kovaleski. Construção da versão abreviada do QWLQ-78: um instrumento de avaliação da qualidade de vida no trabalho. RevBras de Qualidade de Vida [Internet]. 2011 [citado em 2017 Set 25]; (3):01-15. Disponível em: htt://dx.doi.org/10.3895/S2175-08582011000100001

- Prestes FC, Beck CLC, Magnago TSBS, Silva RM, Coelho APF. Danos à saúde dos trabalhadores de enfermagem em um serviço de hemodiálise. Rev. Gaúcha Enferm. [Internet]. 2016 [citado em 2017 Ago 12]; 37(1):e50759. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2016.01.50759

- Schmidt DRC, PaladiniM,Biato C, Pais JD, Oliveira AR. Qualidade de vida no trabalho e burnout em trabalhadores de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva. RevBrasEnferm. [Internet]. 2013 [citado em 2017 Ago 12]; 66(1):13-17. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672013000100002.

- Santos LN, Rios CTF, Sardinha AHL, Santos MA, Junior CASF. Avaliação da qualidade de vida no trabalho de enfermeiras de hospitais gerais. Rev. Enferm UERJ [Internet]. 2017 [Citado em 2018 Mai 29]; 25: e18286. Disponível em: http://dx.doi.org/10.12957/reurj.2017.18286

- Panunto MR, Guuiradello EB. Ambiente da prática profissional e exaustão emocional entre enfermeiros de terapia intensiva. Rev Latino Am Enfermagem [Internet]. 2013 [citado em 2017 Ago 12]; 21(3): [08 telas]. Disponivel em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v21n3/pt_0104-1169-rlae-21-03-0765.pdf

- Andolhe R, Barbosa RL, Oliveira EM, Costa ALS, Padilha KG. Estresse, coping e Burnout da Equipe de Enfermagem de Unidades de Terapia Intensiva: fatores associados. Rev. Esc. Enferm. USP [Internet]. 2015 [citado em 2017 Ago 12]; 49(spe):58-64. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420150000700009

- Souza SJP, Larocca LM, Chaves MMN, Alessi SM. A realidade objetiva das Doenças e Agravos não transmissíveis na enfermagem. Ver. Saúde Debate [Internet]. 2015 [citado em 2018 Mai 31]; 39: 648-658. Disponível em: http://dx.doi.org/ 10.1590/0103-110420151060003007

- Siva JLM, Soares RS, Costa FS, Ramos DS, Lima FB, Teixeiira LR. Fatores psicossociais e prevalência da síndrome de burnout entre trabalhadores de enfermagem intensivistas. Rev. Bras. Ter. Intensiva [Internet]. 2015 [citado em 2017 Set 11]; 27(2):125-133. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/0103-507X.20150023

- Preto AV, Pedrão LJ. O estresse ente enfermeiros que atuam em unidade de terapia intensiva. RevEscEnferm USP [Internet]. 2009; [citado em 2017 dez 16]; 43(4):847-8. Disponível em: http://scielo.br/pdf/reeusp/v43n4/a15v43n4.pdf

- Ferreira TS, Moreira CZ, Guo J, Noce F. Effects of a 12-hour shift on mood states and sleepiness of Neonatal Intensive Care Unit nurses. Rev. Esc. Enferm. USP [Internet]. 2017 [citado em 2017 Set 11]; 51: e03202. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/s1980-220x2016033203202

- Guerra GC, Oliveira NF, Terreri MTSLR, Len CA. Sono, qualidade de vida e humor em profissional de enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva Infantil. Rev. Esc. Enfer. USP [Internet]. 2016 [citado em 2017 Set 11]; 50(2):279-285. Disponível em:http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000200015

- Bacha AM, Grassiotto OR, Gonçalves SP, Higa R, Carvasan GAF, Machado HC, Cacique DB. Satisfaçao no trabalho da equipe de enfermagem em um hospital universitário. Rev. Bras. Enferm [Internet]. 2015 [citado em 2018 Mai 12]; 68(6): 1130-1138. Disponíve em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2015680619i

- Wisniewski D, Silva ES,Évara YDM, Matsuda LM. Satisfaçao profissional da equipe de enfermagem X Condiçoes e relações de trabalho: Estudo relacional. Texto Contexto Enferm, Florianópolis [Internet]. 2015 [Citado em 2018 Mai 12]; 24(3):850-8. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-0707201500001100114

- Silva GM, Selffert OMLLB. Educação continuada em enfermagem:uma proposta metodológica. RevBrasEnferm, Brasilia [Internet] 2009 [Citado em 2018 Mai 12]; 62(3):362-6. Disponível em:http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672009000300005.

- Silva PG, Reis JF, Sivino ZR. O sofrimento psíquico do profissional de enfermagem. Rer. De pesquisa: cuidado é fundamental online [internet]. 2012 [Citado em 2018 Mai 29]; (Ed.Supl.): 33-36. Disponível em: DOI: 10.9789/2175-5361 ISSN 2175-5361

Publicado
2019-12-12
Como Citar
de Mello, D. G., Machado, T. de S., Amorim, T. V., de Almeida, Érika B., & Lima de Almeida, D. B. (2019). Qualidade de vida no trabalho da equipe de Enfermagem intensivista em um hospital de ensino. Revista De Enfermagem Da UFJF, 5(1), 1-14. https://doi.org/10.34019/2446-5739.2019.v5.25629
Seção
Artigos Originais