AS PRÁTICAS DE SEGURANÇA DO PACIENTE NO PROCESSO DE TRABALHO DE UMA AGÊNCIA TRANSFUSIONAL

  • Tais Rodrigues
  • Carmen Lilian Brum Marques Baptista

Resumo

Objetivo: A presente pesquisa objetiva analisar o conhecimento do profissional de enfermagem que atua na agência transfusional quanto à segurança do paciente. Método: Trata-se de uma pesquisa qualitativa
e exploratória. Resultados: Através do estudo, pode-se observar que os profissionais envolvidos no processo transfusional conhecem o passo a passo, que compreende o ato transfusional. A presença do profissional com
conhecimento específico na área de atuação torna-se fundamental, já que a enfermagem não pode ficar alheia às mudanças. Os participantes recebem capacitações específicas para atuar na hemoterapia, realizadas mensalmente
pela coordenação do setor no horário de trabalho da equipe envolvida, com a participação de profissionais como hematologista, bioquímica e a própria equipe, convidados a preparar estas capacitações aos colegas. Conclusão:
Conclui-se que a hemoterapia na atualidade é muito mais segura, contudo, não está isenta de eventos relacionados a falhas humanas, erros ou quase erros.

Publicado
2018-12-21
Como Citar
Rodrigues, T., & Baptista, C. L. B. M. (2018). AS PRÁTICAS DE SEGURANÇA DO PACIENTE NO PROCESSO DE TRABALHO DE UMA AGÊNCIA TRANSFUSIONAL. Revista De Enfermagem Da UFJF, 4(1). https://doi.org/10.34019/2446-5739.2018.v4.14016
Seção
Artigos Originais