PERSPECTIVAS SOBRE A MENSTRUAÇÃO: ANÁLISE DAS REPRESENTAÇÕES NA PUBLICIDADE E NA MILITÂNCIA FEMINISTA ONLINE

Resumo

Nesta pesquisa, tenho como objetivo construir uma base teórico-metodológica para analisar a representação da menstruação na publicidade veiculada no Brasil, entre 2015 e 2017, bem como o debate fomentado pela produção audiovisual online realizado por militantes feministas nesse mesmo período. Venho neste trabalho explorar referências antropológicas e sociológicas que abordem a representação do corpo feminino em geral e as imposições sociais sobre eles, especialmente através da mídia e que foquem na menstruação e nas suas implicações sociais. Busco compreender a constituição dos estigmas em torno da menstruação e me indago sobre o potencial patologizante que podem exercer. As conclusões desenvolvidas ao longo da pesquisa indicam o quanto os tabus acerca dos corpos femininos ainda exercem grande influência na modelagem de nossos comportamentos: da mulher com o seu próprio corpo e da sociedade em geral com a organicidade do corpo da mulher. Há, de um lado, a militância feminista que problematiza a “patologização” da naturalidade feminina e vem ganhando força cada vez maior, e de outro, a publicidade hegemônica que, em geral, fortalece a rejeição das mulheres de suas “naturalidades”, intensificando o desconhecimento de seus próprios corpos.

Biografia do Autor

Thaís Melo de Souza, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Thaís Melo de Souza, graduanda no Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Publicado
2018-01-25
Seção
Jornada CSO/UFJF - Graduação