Mamografia de rastreamento, atenção primária e decisão compartilhada: a voz das mulheres

Autores

Palavras-chave:

Mamografia, Neoplasias de mama, Rastreamento, Tomada de decisão compartilhada, Tecnologias leves

Resumo

Em relação à última diretriz brasileira do Instituto Nacional do Câncer/Ministério da Saúde sobre a detecção precoce do câncer de mama, destacamos as incertezas sobre a tomada de decisão compartilhada relativas a benefícios e riscos do rastreamento mamográfico. Este artigo expressa as percepções de usuárias de serviços de Atenção Primária à Saúde sobre a decisão compartilhada nesse cenário, sendo resultado de uma pesquisa qualitativa que utilizou grupos focais, como instrumentos de produção de dados, e análise de conteúdo temática, para a sistematização de resultados. As participantes revelaram não participarem de decisão compartilhada no rastreamento mamográfico, o que nos leva a ressaltar a importância de nortear os cuidados em saúde com base em tecnologias leves, ou seja, tecnologias relacionais, e a valorizar, também, a necessidade de implementação de certos aspectos conceituais e de princípios fundamentais, que precisam ser discutidos e realçados para que a decisão compartilhada seja implementada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guiiti Shimizu Filho, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

Médico, com especialização em Medicina de Família e Comunidade. Preceptor do estágio curricular em Medicina de Família pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e preceptor da residência integrada em Medicina de Família e Comunidade. Mestre em Saúde da Família pela FIOCRUZ/UFPR. CV: http://lattes.cnpq.br/0443123827097952

Helvo Slomp Junior, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Médico e mestre em Farmacologia/Neurociênciapela Universidade Federal do Paraná (UFPR), doutor em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professor permanente do Programa de Pós-graduação em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social da UFRJ, e professor visitante do Mestrado Profissional em Saúde da Família da UFPR. CV: http://lattes.cnpq.br/9184503963374194

Herberto José Chong Neto, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), mestre em Ciências da Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), doutor em Medicina Interna e Pós-doutor em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professor Associado do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR). CV: http://lattes.cnpq.br/0480673534050104

Valéria Ferreira Romano, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Graduada em Medicina e mestra e doutora em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora Associada da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). CV: http://lattes.cnpq.br/4203684334548525

Downloads

Publicado

2022-08-16

Edição

Seção

Artigos Originais