Profissionalismo médico como competência formativa: evidências no currículo e nos significados atribuídos por alunos do internato em Saúde da Família

Autores

Palavras-chave:

Profissionalismo, Educação Médica, Internato e Residência, Estratégia Saúde da Família

Resumo

Profissionalismo médico (PM) compreende o exercício da medicina considerando ciência, consciência e excelência. Objetivou-se, neste artigo, descrever como o PM se apresenta no currículo médico e reconhecer o universo semântico dos internos de medicina sobre o tema. Trata-se de pesquisa qualitativa, do tipo estudo de caso, realizada mediante aplicação de questionário a 55 alunos do internato em Saúde da Família de um curso sediado no estado do Ceará, Brasil, e análise do projeto pedagógico do curso (PPC). O PPC foi explorado quanto aos domínios do PM; as palavras expressas pelos estudantes foram processadas pelo software IRaMuTeQ por análise prototípica e de similitude, com discussão à luz da Matriz de Competências do Profissionalismo Médico no Brasil. Competência cultural e compromisso com a competência técnica se destacaram, enquanto que os demais domínios foram identificados como incipientes. Os estudantes atribuíram significados de PM associados à ética (f=39; OME=2,1), à empatia (f=21; OME=2,4) e à responsabilidade (f=17; OME=2,3). O Profissionalismo Médico revelou-se fragmentado no currículo e refletiu universos semânticos em elaboração, elucidando a necessidade de estimular essa competência na formação dos graduandos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natália Campos Parente, Secretaria de Saúde do Município de Crato - Ceará

Mestra pelo Programa de Pós-graduação em Saúde da Família - PROFSAÚDE - Fundação Oswaldo Cruz-Ceará. Médica da Secretaria de Saúde do Município de Crato - Ceará.

Maria Rosilene Cândido Moreira, Universidade Federal do Cariri (UFCA)

Doutora em Biotecnologia. Docente do Programa de Mestrado Profissional em Saúde da Família - RENASF. Docente da Universidade Federal do Cariri (UFCA).

Evanira Rodrigues Maia, Universidade Regional do Cariri (URCA)

Doutora em Enfermagem. Docente do Programa de Mestrado Profissional em Saúde da Família - RENASF. Docente da Universidade Regional do Cariri (URCA).

Sharmenia de Araujo Soares Nuto, Fundação Oswaldo Cruz - Ceará

Doutora em Ciências da Sa´´ude. Docente do Programa de Pós-graduação em Saúde da Família - PROFSAÚDE - Fundação Oswaldo Cruz, Ceará.

Vanira Matos Pessoa, Fundação Oswaldo Cruz - Ceará

Doutora em Saúde Coletiva. Docente do Programa de Pós-graduação em Saúde da Família - PROFSAÚDE - Fundação Oswaldo Cruz, Ceará.

Maria de Fátima Antero Sousa Machado, Fundação Oswaldo Cruz - Ceará

Doutora em Enfermagem. Docente do Programa de Pós-graduação em Saúde da Família - PROFSAÚDE - Fundação Oswaldo Cruz, Ceará.

Downloads

Publicado

2022-08-16

Edição

Seção

Artigos Originais