Estratégia saúde da família rural no Nordeste do Brasil: percepções de profissionais sobre a saúde e ambiente

Autores

Palavras-chave:

Meio Ambiente e Saúde Pública, Estratégia Saúde da Família, Saúde da população rural, Pesquisa qualitativa

Resumo

Objetivo: compreender as percepções de profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) que atuam em territórios rurais de municípios do Nordeste brasileiro acerca das inter-relações entre a saúde e ambiente no processo saúde-doença-cuidado da população. Método: pesquisa de abordagem qualitativa, em que se realizaram 29 entrevistas de sete categorias profissionais. Adotou-se a análise temática para o processamento e interpretação do material empírico. Resultados: foram discutidas a necessidade de informação acerca de questões ambientais e seu impacto no processo saúde-doença e a consciência ambiental na dimensão do território. Há compreensão do ambiente como determinante de saúde, porém sob uma perspectiva embrionária, além de uma articulação insuficiente entre determinação social e práticas emancipatórias no contexto de saúde e ambiente. Conclusões: ressalta-se a importância de fortalecer as práticas na ESF a partir dos pressupostos explicitados na Política Nacional de Saúde Integral da População de Campo Florestas e Águas. Reforça-se a necessidade de se desenvolver processos formativos, envolvendo a equipe para contribuir na transformação da realidade em saúde da população de campo e das águas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Morgana Pordeus do Nascimento Forte, Universidade de Fortaleza (Unifor)

Médica. Mestra em Saúde da Família pela Fundação Oswaldo Cruz – Ceará. Professora da Universidade de Fortaleza (UNIFOR). CV: http://lattes.cnpq.br/5096142050213039

Vanira Matos Pessoa, Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ

Pesquisadora em Saúde Pública da Fiocruz Ceará, doutora em Saúde Coletiva (UFC), mestra em Saúde Pública (UFC) e Especialista em Educação Comunitária em Saúde (ESP/CE ). Docente permanente do Mestrado Profissional em Saúde da Família. CV: http://lattes.cnpq.br/9013874934045331

Carlos André Moura Arruda, Centro Universitário Ateneu – UniATENEU

Pedagogo, doutor em Saúde Pública, coordenador do Núcleo de Pesquisa do Centro Universitário Ateneu – UniATENEU. CV: http://lattes.cnpq.br/9475347288545728

Maria de Fátima Antero Sousa Machado, Fundação Oswaldo Cruz – Ceará

Pesquisadora na área de Saúde Coletiva, Programas de Pós-Graduação em Saúde da Família – PROFSAÚDE e RENASF – Rede de Políticas e Modelos de Atenção - Fundação Oswaldo Cruz – Ceará. CV: http://lattes.cnpq.br/4194885068583094

Maria Idalice Silva Barbosa, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Psicóloga, Doutora em Saúde Coletiva e Mestra em Educação. CV: http://lattes.cnpq.br/3292510434569443

Fernando Ferreira Carneiro, Fundação Oswaldo Cruz - Ceará

Mestre em Saúde Ambiental pelo Instituto Nacional de Salud Pública de México, doutor em Epidemiologia pela Universidade Federal de Minas Gerais  e pós-doutor em Sociologia pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra - Portugal. Pesquisador da Fiocruz. CV: http://lattes.cnpq.br/8414094465792735

Luis Lopes Sombra Neto, Fundação Oswaldo Cruz - Ceará

Médico, Mestre em Saúde da Família pela Fundação Oswaldo Cruz – Ceará. CV: http://lattes.cnpq.br/1524838226310991

Downloads

Publicado

2022-05-06

Edição

Seção

Artigos Originais