Inserção do DIU pelo médico residente em Medicina de Família e Comunidade

Autores

  • Daliany Santos Secretaria Municipal de Saúde de Sinop – MT
  • Viviane Macedo Moura Dias Martins Secretaria Municipal de Saúde de Sinop – MT https://orcid.org/0000-0002-6794-3981
  • Bárbara Louise Gomes Martins de Andrade Secretaria Municipal de Saúde de Sinop – MT

Palavras-chave:

Anticoncepção, Planejamento Familiar, Dispositivos Intrauterinos, Médicos Residentes

Resumo

O Dispositivo Intrauterino (DIU) é o contraceptivo reversível mais utilizado no mundo, porém não é tão popular no Brasil. Considerado um dos métodos mais eficazes e duradouros, com 99,3% de eficácia, deve ser ofertado como opção às usuárias da Atenção Primária. Objetivou-se descrever o processo de implantação e de trabalho da inserção do DIU realizado pelo médico residente em Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade (MFC) da Secretaria Municipal de Saúde de Sinop-MT. Utilizou-se um relato de experiência para evidenciar a organização dos serviços de saúde, dos recursos disponíveis e das características da oferta do DIU e os passos realizados no processo de inserção deste em UBS pelo médico residente. Previamente, a inserção de DIU na assistência municipal ocorria na Atenção Secundária à Saúde, por médico especialista em Ginecologia e Obstetrícia, no Serviço de Atendimento Especializado, limitando o número de inserções/mês. Iniciamos o planejamento para que este fosse ofertado em ambiente e oportunidade adequados para tal prática na Unidade Básica de Saúde pelo residente de MFC em formação. Tendo em conta o Currículo Baseado em Competências para a MFC da Sociedade Brasileira de MFC, vislumbramos a possibilidade da oferta para implantação do DIU nas UBSs. As seguintes etapas foram realizadas: proposta e aceite pela coordenação local e regional, solicitação e aquisição do material para a inserção do DIU, organização da agenda dos residentes, exposição do processo de trabalho para equipe da UBS, capacitação dos médicos residentes para a prática de inserção e a informação da população sobre nova oferta. A capacitação dos médicos residentes e a procura da população pelo serviço foram exitosas. Conclui-se que é possível organizar novos processos de trabalho e ofertas de serviços para o benefício da população e ganho no aprendizado em serviço do médico residente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daliany Santos, Secretaria Municipal de Saúde de Sinop – MT

Médica especialista em Medicina de família e comunidade, docente do curso de medicina na Universidade Federal de Mato Grosso, campus Sinop.

Viviane Macedo Moura Dias Martins, Secretaria Municipal de Saúde de Sinop – MT

Mestre em Saúde da Família pela Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ. Especialista em Medicina de Família e Comunidade, titulada pela Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade - SBMFC. Especialista em Preceptoria de Residência Médica no Sistema Único de Saúde pelo Instituto de Ensino e Pesquisa Hospital Sírio Libanês. Médica da Estratégia Saúde da Família na Prefeitura Municipal de Sinop - MT, sendo Supervisora do Programa de Residência em Medicina Geral de Família e Comunidade da Secretaria Municipal de Saúde de Sinop - MT e Preceptora da Residência em Medicina Geral de Família e Comunidade e da Graduação em Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT. Professora da Faculdade de Medicina UFMT, supervisora do Internato em Saúde da Família II e Saúde Coletiva.

Bárbara Louise Gomes Martins de Andrade, Secretaria Municipal de Saúde de Sinop – MT

Médica graduada pela Universidade Federal de Mato Grosso campus  Sinop em 2019, residente de Medicina de família e comunidade pela SMS - Sinop.

Downloads

Publicado

2021-06-01

Edição

Seção

Resumos