A fundamental e precária assistência domiciliar para as pessoas com deficiência

Autores

Palavras-chave:

Pessoas com Deficiência, Assistência Domiciliar, Atenção Primária à Saúde, Acesso aos Serviços de Saúde

Resumo

Apesar da evolução das políticas para as pessoas com deficiência (PcD), o acesso aos serviços de saúde ainda é muito precário para a expressividade de brasileiros com algum tipo de deficiência (LOPES; SOARES; BOHUSCH, 2014), destacando-se barreiras arquitetônicas, atitudinais e organizacionais (ARAÚJO et al., 2018). Nesse contexto, a atenção domiciliar apresenta papel significativo nas ações de promoção à saúde, prevenção, tratamento de doenças e reabilitação prestadas nas residências, com garantia de continuidade de cuidados e integração às redes de atenção à saúde (MACHADO et al., 2018). Este resumo visou identificar e analisar a literatura científica mais recente acerca das visitas domiciliares às PcD. Trata-se de revisão da literatura pautada em pesquisa nas bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Scientific Electronic Library Online (SCIELO), mediante a combinação dos descritores “pessoas com deficiência” e “visita domiciliar” ou “assistência domiciliar”. Filtraram-se artigos em português, publicados nos últimos dez anos, resultando em um total de 33 artigos. Após a leitura dos títulos e resumos, excluíram-se os trabalhos repetidos ou sem afinidade com o tema pesquisado, restando quatro artigos, os quais foram contemplados no presente trabalho. Observou-se a escassez de pesquisas acerca do atendimento domiciliar às PcD, apesar dos impactos positivos dessa modalidade de assistência para as PcD (CARDOSO et al., 2012; DIAS; SANTOS; OLIVEIRA, 2017). De outra forma, segundo Dias, Santos e Oliveira (2017) e Machado et al. (2018), existem dificuldades na articulação multiprofissional e na comunicação da referência-contrarreferência, além da importância do planejamento de forma singular para as pessoas com suas deficiências específicas (SCHOELLER et al., 2013). Por fim, faz-se necessária uma maior produção científica acerca da temática, possibilitando uma análise mais profunda do cuidado domiciliar às PcD, visando o avanço no cuidado integral e inclusivo dessa população. Tal reflexão faz-se premente especialmente no contexto da atual pandemia da COVID -19.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letícia Teixeira Guimarães, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Graduanda em Medicina.

Maycon Willy Coelho, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Graduando em Medicina.

Viviane Braga Lima Fernandes, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Doutoranda em Ciências da Saúde, Mestra em Cuidados Primários em Saúde, Especialista em Medicina de Família e Comunidade, Graduada em Medicina, Professora do curso de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros.

Antônio Prates Caldeira, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Doutor em Ciências da Saúde, Mestre em Ciências da Saúde, Especialista em Administração Hospitalar, Especialista em Pediatria, Graduado em Medicina, Professor do curso de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros.

Downloads

Publicado

2021-06-01

Edição

Seção

Resumos