TRABALHO DO CIRURGIÃO-DENTISTA NO SERVIÇO PÚBLICO DE SAÚDE E IMPLICAÇÕES SOBRE O ESTRESSE

  • Sabrina Brigola Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Makielle Tadei Flores Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Danielle Bordin Universidade Estadual de Ponta Grossa.
  • Alessandra de Souza Martins Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Suzely Adas Saliba Moimaz Faculdade de Odontologa de Araçatuba - Universidade Esdual de São Paulo.
  • Cristina Berger Fadel Universidade Estadual de Ponta Grossa.
Palavras-chave: Estresse Psicológico, Odontólogos, Setor Público.

Resumo

Objetivo: Explorar a relação entre estresse e processo de trabalho de cirurgiões-dentistas do serviço público, considerando profissionais de Unidades Básicas de Saúde - UBS e de Unidades de Saúde da Família - USF. Metodologia: Para a coleta de informações utilizou-se o questionário de estresse validado e questões visando apreender a concepção dos profissionais sobre o estresse, seus desdobramentos no trabalho e suas formas de enfrentamento. Os dados quantitativos foram analisados pelo qui-quadrado, e os qualitativos pela Técnica da Análise de Conteúdo. Resultados: Indivíduos atuantes em USF expuseram frequência mais elevada da condição de estresse quando comparados a profissionais UBS (p=0,011), com predominância da fase de resistência para ambos (p=0,547). Grande parte dos cirurgiões-dentistas atribui a determinação do estresse ao estilo de vida e a questões laborais, como fatores precedentes alterações físicas e psicológicas. Para o enfrentamento do estresse, os profissionais manifestam com frequência a habilidade em manter a calma e a paciência, a prática de atividades físicas e de atividades de lazer. Conclusão: o modelo de atenção à saúde parece influenciar o fenômeno estresse e as concepções apreendidas por ambos os grupos traduzem situações inerentes à prática laboral de cirurgiões-dentistas do serviço público, independentemente do processo de trabalho adotado.

Biografia do Autor

Sabrina Brigola, Universidade Estadual de Ponta Grossa
Cirurgiã-dentista.
Makielle Tadei Flores, Universidade Estadual de Ponta Grossa
Cirurgiã-dentista.
Danielle Bordin, Universidade Estadual de Ponta Grossa.
Doutora em Odontologia Preventiva e Social pela Faculdade de Odontologa de Araçatuba - Universidade Esdual de São Paulo. Professora Colaboradora. Departamento de Enfermagem e Saúde Pública - Universidade Estadual de Ponta Grossa.
Suzely Adas Saliba Moimaz, Faculdade de Odontologa de Araçatuba - Universidade Esdual de São Paulo.
Doutora em Odontologia Preventiva e Social pela Faculdade de Odontologa de Araçatuba - Universidade Esdual de São Paulo. Professora titular departamento Odontologia Preventiva e Social pela Faculdade de Odontologa de Araçatuba - Universidade Esdual de São Paulo.
Cristina Berger Fadel, Universidade Estadual de Ponta Grossa.
Doutora em Odontologia Preventiva e Social pela Faculdade de Odontologa de Araçatuba - Universidade Esdual de São Paulo. Professora Adjunto. Departamento de Odontologia - Universidade Estadual de Ponta Grossa.
Publicado
2019-01-30
Seção
Artigos Originais