VIGILÂNCIA NUTRICIONAL NO BRASIL: CRIAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO SISVAN

  • Stela Maria Bittencourt Camilo
  • Gustavo Bittencourt Camilo Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Gabriela Cumani Toledo Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora
  • Renato Dárcio Camilo Júnior Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Carolina Cumani Toledo Universidade Federal de Juiz de Fora
Palavras-chave: Alimentação, Nutrição em Saúde Pública, Estudos Populacionais em Saúde Pública.

Resumo

RESUMO

É indiscutível a importância de uma alimentação adequada do ponto de vista nutricional para assegurar crescimento e desenvolvimento saudáveis. No Brasil, a fome não é imediatamente uma situação tão visível. No entanto milhões de pessoas sofrem de má nutrição ou subnutrição. Com o cenário persistente de desigualdades sociais, as autoridades do Brasil, a partir dos anos 60, passaram a se preocupar com a vigilância alimentar e nutricional. Para assegurar um maior controle e acompanhamento da segurança alimentar e dos problemas relacionados à nutrição (em especial desnutrição e obesidade) e dos impactos da transição nutricional, surgiu, em 1990, o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, SISVAN. No entanto, para que o SISVAN consiga atingir seu objetivo, é imprescindível que a equipe técnica desse órgão supere os inúmeros desafios que se apresentam ao desenvolvimento do SISVAN. Necessário se faz, portanto, a realização de intercâmbios entre setores, bem como a agregação de profissionais capacitados e especializados e investimentos em treinamentos dos mesmos. Por isso, o principal objetivo desta pesquisa teórica foi descrever o processo de criação e implementação da Vigilância Nutricional no Brasil através de revisão bibliográfica do tema.

Biografia do Autor

Gustavo Bittencourt Camilo, Universidade Federal de Juiz de Fora
Acadêmico da Universidade Federal de Juiz de Fora
Gabriela Cumani Toledo, Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora
Acadêmico da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora
Renato Dárcio Camilo Júnior, Universidade Federal de Juiz de Fora
Médico Residente em Pediatria da Universidade Federal de Juiz de Fora
Carolina Cumani Toledo, Universidade Federal de Juiz de Fora
Acadêmico da Universidade Federal de Juiz de Fora
Publicado
2011-05-09
Seção
Artigos de Revisão