Qualidade de Vida no Pós-Operatório Tardio de pacientes submetidos à Cirurgia Bariátrica

  • Carolina Cumani Toledo Faculdade de Medicina da UFJF
  • Rodrigo Loiola Guimarães FAME-JF/UNIPAC
  • Gustavo Bittencourt Camilo Faculdade de Medicina da UFJF
  • Fabio Rosa Moraes FAME-JF/UNIPAC
Palavras-chave: Qualidade de vida, Cirurgia Bariática, Obesidade

Resumo

Introdução: A obesidade, considerada um dos grandes problemas de saúde pública, é uma doença crônica, caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal. O seu tratamento envolve uma abordagem multifatorial, porém, em determinados casos, torna-se necessária a cirurgia bariátrica, a qual tem se mostrado uma possibilidade de melhora da qualidade de vida. Objetivos: Avaliar a qualidade de vida e a satisfação dos pacientes submetidos à cirurgia bariátrica, bem como investigar variáveis como pressão arterial, glicemia e dislipidemia. Metodologia: Estudo transversal, constituído por uma amostra de 36 pacientes classificados pela OMS como obesos grau II, com morbidades associadas e obesos grau III, ambos os grupos submetidos à cirurgia bariátrica pela mesma equipe médica, num hospital privado de Juiz de Fora, no período de agosto de 2001 a agosto de 2005. Foi utilizado o questionário sobre qualidade de vida WHOQOL – abreviado. As análises estatísticas foram realizadas com o programa SPSS. 11.0., considerando-se um intervalo de confiança de 95% e utilizando-se o teste t de Student. Resultados: A maioria era do sexo feminino (66,7%), com idade entre 30 e 49 anos (66,6%), branca(83,3%) e com 2º grau completo (44,4%). Quanto aos benefícios, 63,9% apresentaram redução dos níveis pressóricos, 52,8% apresentaram diminuição da glicemia e 63,9% obtiveram redução dos níveis lipidêmicos. Observou-se que os pacientes do sexo masculino apresentaram valores superiores na questão: "Como você avaliaria sua qualidade de vida?". Já os pacientes do sexo feminino apresentaram valores superiores na questão: "Quão satisfeito(a) você está com sua saúde?", referentes ao questionário WHOQOL.Conclusão: A cirurgia bariátrica mostra-se eficaz na qualidade de vida, na satisfação dos pacientes, no controle da obesidade e diminuição das comorbidades associadas, objetivando um melhor controle dos níveis glicêmicos, perfil lipidêmico e valor pressórico.  

Biografia do Autor

Carolina Cumani Toledo, Faculdade de Medicina da UFJF

1. Discente da Faculdade de Medicina da UFJF

2. Bolsista de Iniciação Científica da UFJF – 2008-2009

 

Rodrigo Loiola Guimarães, FAME-JF/UNIPAC
1. Discente da Faculdade de Medicina da UNIPAC
Gustavo Bittencourt Camilo, Faculdade de Medicina da UFJF

1. Discente da Faculdade de Medicina da UFJF

Fabio Rosa Moraes, FAME-JF/UNIPAC
1. Discente da Faculdade de Medicina da UNIPAC
Publicado
2010-03-04
Seção
Artigos Originais