OFERTA DE SERVIÇOS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE EM UM MUNICÍPIO DA BAHIA

  • Marluce Maria Araújo Assis
  • Heloise Canário Sampaio
  • Adriano Maia dos Santos
  • Maria Angela Alves do Nascimento
  • Tairone dos Santos de Oliveira

Resumo

A organização da rede e a oferta de serviços na Atenção Primária à Saúde (APS) são condições para que qualquer sistema de saúde estruture-se de forma hierarquizada e integral, o que implica em ofertar ações que atendam as demandas/necessidades da população. Este trabalho tem como objetivo caracterizar a oferta de serviços de Feira de Santana-BA (1998-2005), considerando as atividades desenvolvidas por profissionais de nível médio e superior (enfermeiro e médico). Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo. Utilizou-se de dados secundários através das Bases de Dados do Sistema de Informações Ambulatoriais do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo os resultados apresentados em forma de tabelas e gráficos, articulando a discussão com a produção teórica da área. O município dispõe de 78 estabelecimentos de saúde que compõem a APS, no ano de 2005, com 53,8 % de Unidades de Saúde da Família. Observa-se que a oferta de consultas de enfermagem nos anos de 2001 para 2002 apresenta um aumento superior a 50%; e as consultas médicas clínicas entre os anos de 1998 e 1999 foram ampliadas com uma elevação superior a 50%. Já nos anos de 2001 e 2002, apesar da implantação do Programa Saúde da Família (PSF), no referido município não houve acréscimo significativo. Conclui-se que houve um aumento considerável da rede e da oferta de serviços na APS com a implantação do PSF no município, a partir de 2002.
Publicado
2008-08-18
Seção
Artigos Originais