O Uso de Jogos Didáticos no Ensino de Doenças Intestinais Causadas por Protozoários Entamoeba histolytica e Giardia duodenalis

  • Sinara Silva Romeiro Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora, MG, Brasil
  • Patricia de Lima Paula Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora, MG, Brasil
  • Florence Mara Rosa Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora, MG, Brasil
Palavras-chave: Doenças parasitárias, Ensino, Prevenção

Resumo

O ensino das doenças parasitárias tornou-se algo essencial e de extrema relevância na sala de aula, principalmente por se fazerem presentes no cotidiano dos alunos e da comunidade na qual estão inseridos. Geralmente as doenças intestinais exibem sintomas que estão fortemente ligados a quadros de diarreia e desnutrição, fazendo com que o desenvolvimento físico e intelectual da criança e do adolescente seja prejudicado. Neste sentido, foi desenvolvido um trabalho com os escolares no intuito de levar conhecimento sobre os principais protozoários que podem infectar o homem, bem como as medidas de controle. Além dos métodos tradicionais de ensino, também foram utilizados jogos didáticos como uma forma de auxiliar no processo de ensino e aprendizagem sobre o tema abordado. A atividade foi realizada com 20 alunos do 7º ano do ensino fundamental, no qual o tema “seres vivos” é abordado, em especial, os temas protozoários e helmintos. Durante o decorrer das aulas, por meio do uso de metodologias alternativas (jogos didáticos), foi perceptível o quanto os discentes estavam envolvidos na realização das tarefas propostas e faziam indagações além dos conteúdos abordados. Diante dos resultados obtidos, verificou-se que a aplicação de atividades diferenciadas é de extrema importância para as inovações em sala de aula. Neste contexto, foi observada a função educativa do jogo didático durante sua aplicação com os alunos, notando que tais atividades favoreceram a aquisição e retenção de conhecimento bem como a satisfação por parte dos alunos.

Publicado
2019-12-30
Seção
Zoociências na Escola