FOCO E ESCOPO 

A Revista Brasileira de Zoociências é um periódico vinculado ao Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - Comportamento e Biologia Animal da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). São publicados artigos originais, artigos de revisão, comunicações científicas e artigos de divulgação científica na área de zoologia, com ênfase em biologia animal, comportamento, ecologia animal, evolução, sistemática, taxonomia, biogeografia, morfologia, fisiologia, conservação, zoologia aplicada e ensino de zoologia. As contribuições devem ser originais, não sendo aceitos trabalhos já publicados ou submetido à publicação. O acesso aos artigos publicados é aberto, através da página da Revista. Os artigos serão avaliados por no mínimo dois consultores ad-hoc, especialistas nos temas tratados e à anuência do editor-chefe. A submissão deverá ser feita por via eletrônica pelo sistema eletrônico da Revista Brasileira de Zoociências, após realizar cadastro como autor.

p-ISSN: 1517-6770              e-ISSN: 2596-3325

 

POLÍTICA DE SEÇÃO

A Revista Brasileira de Zoociências publica nas seguintes seções:

a) Artigo original: Artigos regulares contendo resultados inéditos de pesquisa científica na área de zoologia. 

b) Artigo de revisão: São aceitas revisões de literatura, que incluam os métodos de busca, síntese e análise dos artigos científicos de uma determinada área, devem incluir também análises críticas, possíveis lacunas e direções para estudos futuros.

c) Nota científica: Comunicações científicas curtas com descrição de nova metodologia, novo registro de ocorrência de espécie, estudos de caso, dentre outros. 

e) Zoociências na escola: Artigo científico na área de Ensino de Biologia, com foco no ensino de zoologia e suas inter relações na Educação Básica. Os textos podem conter novas metodologias de ensino, modelos facilitadores do aprendizado, desenvolvimento de sequências didáticas, dentre outros. 

d) Artigo de divulgação científica: Essa sessão tem como objetivo a popularização da ciência. Os textos devem ser embasados em resultados de pesquisas científicas do próprio autor e/ou em descobertas recentes das zoociências, traduzindo-as ao público em geral, portanto, a linguagem deve ser clara e de fácil entendimento aos não-cientistas e não-biólogos. É obrigatoria a inlcusão de figuras nos textos de divulgação.

 

AVALIAÇÃO PELOS PARES

Os manuscritos submetidos são enviados ao editor-chefe verificação de escopo e normas editoriais. A seguir, cada manuscrito é encaminhado a, no mínimo, dois avaliadores 'ad hoc' para emitirem seus pareceres.  Após aprovação pelos avaliadores, o manuscrito é reenviado aos autores para correções (se necessário). Depois de corrigido retorna aos avaliadores para verificarem se as sugestões foram atendidas e para emissão do parecer final. A seguir, o artigo é encaminhado para edição de texto, editoração e publicação.

 

PERIODICIDADE

Semestral

 

Qualis Capes (2013 - 2016)

-Interdisciplinar: B4

- Biodiversidade: C

- Ciências Ambientais: B5

- Ensino: B3

- Ciências Agrárias: B4

- Zootecnia / Recursos Pesqueiros: B5

 

POLÍTICA DE ACESSO LIVRE

A Revista Brasileira de Zoociências oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

DECLARAÇÃO DE DIREITOS AUTORAIS

A Revista Brasileira de Zoociências é uma revista de acesso aberto sob uma licença Creative Commons (Creative Commons Attribution 4.0 International License) - o que significa que todos os artigos estão disponíveis online no formato PDF para todos os usuários imediatamente após a publicação. Os usuários têm o direito de ler, baixar, copiar, redistribuir e adaptar o material para qualquer finalidade, desde que o autor e o periódico sejam devidamente creditados. Os créditos devem ser dados, incluindo informações sobre as eventuais modificações / adaptações realizadas.