Ocorrência de Achatina fulica Bowdich, 1822 (Mollusca, Gastropoda) em Salvador, Bahia, Brasil

  • Eder Carvalho da Silva
  • Fabrício Tourinho Fontes Aleluia

Resumo

Introduzido no Brasil no fim da década de 80 para consumo humano em restaurantes como sucedâneo do “escargot” (Helix spp), Achatina fulica rapidamente se espalhou por várias regiões do país. O encontro de exemplares em 23 estados brasileiros mostra esta dispersão. A invasão ambiental pela espécie é preocupante, exigindo monitoramento como ferramenta de conservação dos ecossistemas afetados, prevenção de contaminação por parasitas e os conseqüentes prejuízos econômicos. O objetivo do presente estudo foi determinar a distribuição espacial de A. fulica na cidade de Salvador e o grau de desenvolvimento da população. Como resultados das coletas e analises pôde-se constatar que dos 24 bairros visitados em 70,83% havia caramujos e estes, em sua maioria (57,98%) tinham o tamanho variando entre 41 e 60 mm, indicando uma população em desenvolvimento com muitos indivíduos na plenitude do seu desenvolvimento sexual.

Publicado
2012-03-15
Seção
Comunicação Científica