Riqueza, composição e atividade diurna da mirmecofauna sobre Triplaris americana L. (Polygonaceae)

  • Marcos Paulo Santos Pereira Universidade federal Rural do Rio de Janeiro
  • Michel Souza Schutte Universidade federal Rural do Rio de Janeiro
  • Jarbas Marçal Queiroz Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • André Barbosa Vargas Universidade federal Rural do Rio de Janeiro

Resumo

As formigas apresentam enorme plasticidade comportamental com variadas interações intra e interespecíficas. Boa parte da diversidade deste grupo pode ser encontrada forrageando e/ou nidificando sobre plantas. Esta associação se deu ao longo da evolução onde um grupo de plantas em especial, as angiospermas, estabeleceu relações mais estreitas com as formigas, gerando benefícios mútuos. Para as plantas destaca-se a polinização, dispersão de sementes e proteção contra herbívoros. Por outro lado, as formigas receberam recursos alimentares e locais para construção de seus ninhos. Estas e outras associações contribuíram consideravelmente para o sucesso evolutivo destes grupos de plantas. Portanto, a descrição da riqueza, composição e da atividade diurna da fauna de formigas sobre plantas de Triplaris americana L. (Polygonaceae), comparadas a outras plantas não mirmecófitas, se torna relevante na compreensão da dinâmica destas comunidades. O estudo foi realizado em um ambiente de bosque na região sudeste. Foram distribuídas, iscas de sardinha e armadilhas de solo (pitfall), em exemplares de T. americana e outras espécies de plantas não mirmecófitas. Foram amostradas 19 espécies de formigas das quais 13 forrageavam sobre as folhas de T. americana e quatro sobre outras espécies não mirmecófitas. As formigas responderam rapidamente à presença de iscas sobre plantas de T. americana. A maior riqueza e maior atividade de formigas foram registradas sobre as folhas desta espécie de planta. Este padrão, certamente, esta relacionado a maior oferta de recursos alimentares e aos locais para nidificação oferecidos por T. americana que são maiores em relação ao oferecido pelas plantas não mirmecófitas. Além disso, a temperatura parece influenciar a atividade das formigas em ambos os tipos de plantas (mirmecófitas e não mirmecófitas).

Publicado
2014-01-20